Publicidade

Estado de Minas

Justiça suspende decisão para ex-ministra indenizar Alexandre Frota

A decisão em segunda instância revê sentença de juíza do Tribunal de Justiça de São Paulo determinando que ex-ministra Eleonora Menicucci pagasse R$ 10 mil ao ator Alexandre Frota


postado em 24/10/2017 12:39 / atualizado em 24/10/2017 13:17

Eleonora Menicucci; e o ministro Mendonça Filho e Alexandre no dia do encontro dos dois no Ministério da Educação(foto: Antonio Cruz/Abr e Instagram/Reprodução)
Eleonora Menicucci; e o ministro Mendonça Filho e Alexandre no dia do encontro dos dois no Ministério da Educação (foto: Antonio Cruz/Abr e Instagram/Reprodução)

A ex-ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres Eleonora Menicucci ganhou, nesta terça-feira, em segunda instância processo movido contra ela pelo ator Alexandre Frota.

Em maio passado, a juíza Juliana Nobre Correia, do Tribunal de Justiça de São Paulo,  condenou a ministra a pagar indenização de R$ 10 mil  ao ator por danos morais.

A ex-ministra do governo Dilma Rousseff (2011/2016) foi processada por ter criticado o ministro da Educação, Mendonça Filho, por ter recebido Frota em seu gabinete, em 25 de maio do ano passado, Alexandre Frota. O ator  já admitiu em programa de TV, em 2005, ter estuprado uma mulher.

Recordando este fato, Eleonora disse na época do encontro do ator com o ministro da Educação que Frota "não só assumiu ter estuprado, mas também faz apologia ao estupro".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade