Publicidade

Estado de Minas

STJ suspende tramitação na ALMG de pedido de abertura de processo contra Pimentel

Relator deu cinco dias para que oposição tenha acesso a todos os documentos do processo


postado em 21/11/2016 13:37 / atualizado em 21/11/2016 17:02

 O ministro Herman Benamin, relator do processo contra o governador Fernando Pimentel no Superior Tribunal de Justiça (STJ), suspendeu a tramitação da votação do pedido de abertura de ação contra o governador Fernando Pimentel (PT), investigado no âmbito da Operação Acrônimo.

O pedido foi feito pela oposição que alega não ter tido acesso integral aos documentos da investigação contra o governador.

Foi concedido um prazo de cinco dias para que a oposição receba as informações solicitadas. A decisão de pedir autorização da Assembleia para processar o governador foi tomada pelo próprio STJ em 5 de outubro. O prazo final para a votação do processo estava marcado para o dia 23.

A reunião marcada para hoje para discutir e, quem sabe, votar o relatório da Comissão de Constituição e Justiça, foi suspensa. A tramitação também foi suspensa pelo presidente da Assembleia, deputado estadual Adalclever Lopes (PMDB).


Pela liminar do ministro Herman Benjamin, até que todos os deputados tivessem acesso à íntegra dos documentos da operação acrônimo, a tramitação do requerimento para processar o deputado deverá ser suspensa. Mas há quem entenda que, com a distribuição dos documentos, a suspensão estaria anulada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade