Publicidade

Estado de Minas

Pimentel minimiza denúncia envolvendo os Correios e diz que "Justiça não aceitará"

O petista disse que a reunião que teve a gravação divulgada ocorreu fora do horário de trabalho e com funcionários que estavam de férias


postado em 03/10/2014 19:26 / atualizado em 03/10/2014 20:19

Fernando Pimentel visitou as cidades de Varginha, Itajubá e Poços de Caldas, na Região Sul de Minas Gerais (foto: Coligação Minas pra Você )
Fernando Pimentel visitou as cidades de Varginha, Itajubá e Poços de Caldas, na Região Sul de Minas Gerais (foto: Coligação Minas pra Você )

O candidato do PT ao governo de Minas, Fernando Pimentel, minimizou nesta sexta-feira as denúncias feitas pela coligação do adversário, Pimenta da Veiga (PSDB), de que o petista e a presidente Dilma Rousseff teriam sido beneficiados pelos Correios na entrega de material de campanha no estado. Segundo o petista, na reunião que teve a gravação divulgada pela imprensa, não ocorre nenhuma irregularidade. “Isso aí é um factoide que estão criando. Acho que mostra um pouco o desespero da campanha adversária. Não tem nada de irregular. O que eles estão alegando é que os Correios teriam sofrido algum tipo de pressão, não tem nada disso”, disse. Pimentel cumpriu agenda em Varginha, Itajubá e Poços de Caldas, na Região Sul de Minas.

O petista ainda esclareceu que parte dos funcionários que aparecem na gravação estava de férias e o encontro teria ocorrido após o horário de expediente da estatal. Pimentel acredita que a denúncia apresentada à Justiça Eleitoral feita pelo PSDB não será aceita. “Lamento que a campanha adversária use esse tipo de expediente, que tenho certeza não vai prosperar, porque a Justiça não vai aceitar”, comentou.

Nesta terça-feira, foi divulgado um vídeo que mostra o deputado estadual Durval Ângelo (PT) agradecendo a funcionários dos Correios a contribuição à campanha eleitoral petista no estado. Em reunião com dirigentes da estatal em Minas, o parlamentar admitiu que funcionários têm ajudado as candidaturas de Fernando Pimentel, ao governo do estado, e da presidente Dilma Rousseff à reeleição. Em nota, a estatal afirmou que as correspondências de todos os candidatos foram entregues e que não recebeu reclamação por parte das campanhas. Já o deputado esclareceu que recebeu o apoio dos petistas que trabalham na estatal, mas afirmou que a confiança deles não tem ligação com a atuação da empresa.

Sobre propostas para a Região Sul, Pimentel voltou a afirmar que pretende implantar a administração descentralizada no estado, caso seja eleito. Ele ainda destacou que pretende valorizar a cultura do café, e defendeu o fortalecimento do café de Minas. O petista ainda destacou que pretende construir um centro de especialidades médicas na região de Itajubá.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade