Publicidade

Estado de Minas

Ao som do jingle "chega mais Patrus", candidato inicia campanha nas ruas de BH

Patrus Ananias (PT) caminhou pela Avenida Padre Pedro Pinto, em Venda Nova acompanhando de militantes e parceiros de campanha


postado em 14/07/2012 11:36 / atualizado em 14/07/2012 14:26

(foto: Beto Novaes/EM DA Press)
(foto: Beto Novaes/EM DA Press)

O candidato Patrus Ananias (PT) iniciou na manhã deste sábado a campanha pelas ruas de Belo Horizonte. Ele caminhou pela Avenida Padre Pedro Pinto, em Venda Nova, acompanhando do vice Aloísio Vasconcellos (PMDB), do senador Clésio Andrade (PMDB), do deputado federal Miguel Corrêa Jr. (PT), do vereador João da Locadora (PT) e do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel (PT).

Patrus entrou nas lojas da avenida, cumprimentou e conversou com os comerciantes. Durante a caminhada, partidários balançaram bandeiras do PT, PMDB e PC do B ao som do jingle do candidato a prefeito. A música que diz “chega mais Patrus” será uma das marcas petistas na campanha. Cerca de 100 militantes acompanharam a caminhada na região que é o local onde se concentra a base eleitoral do parceiro de Patrus na campanha, Miguel Corrêa Jr..

“Nossa campanha pé no chão, percorrendo ruas e bairros no contato direto com a papulação anuncia, se ganharmos, o governo que faremos: sério, competente e próximo das pessoas”, afirmou Patrus na caminhada.

Na semana passada, aproximadamente 100 militantes petistas pediram o voto para Patrus na Praça Sete, com caminhada pelo centro da capital. No lugar do candidato, quem assumiu o palanque foi o vice-prefeito Roberto Carvalho (PT), coordenador da campanha. Este sábado marca o início da campanha nas ruas, o que pode estabelecer novo quadro para disputa pela prefeitura. A primeira rodada de pesquisas mostrou o início está apertado. O prefeito Marcio Lacerda (PSB) e o ex-ministro Patrus apareceram no levantamento realizado pelo Instituto EMData com 34% e 29% das intenções de voto, respectivamente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade