Publicidade

Estado de Minas IMUNIZAÇÃO

Doria anuncia previsão da chegada de insumos vacinais para o dia 26

Volume de 4 mil litros será suficiente para a produção de 7 milhões de doses da CoronaVac


17/05/2021 15:12 - atualizado 17/05/2021 15:45

Produzida pelo Butantan, CoronaVac depende de insumos da China(foto: Hélia Scheppa/SEI)
Produzida pelo Butantan, CoronaVac depende de insumos da China (foto: Hélia Scheppa/SEI)
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que novo lote com insumos farmacêuticos para a produção de vacinas contra a COVID-19 deve chegar ao Brasil na quarta-feira da semana que vem (26/5). Pelo Twitter, o governador afirmou que o lote, com 4 mil litros de insumos, será suficiente para a produção de 7 milhões de doses da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan contra o novo coronavírus.

Leia: Governadores vão debater sobre vacinas com embaixador chinês

A entrega estava prevista para ser anunciada no último dia 7, porém foi adiada mais de uma semana.

Para Doria, a demora estaria relacionada às declarações e ataques do presidente Jair Bolsonaro contra a China.

O retardo na exportação preocupava autoridades brasileiras pois poderia impactar a aplicação da segunda dose das vacinas e, com isso, reduzir a eficácia do imunizante em proteger contra a COVID-19.

Pelo Twitter, o governador classificou o anúncio como uma "boa notícia".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade