Publicidade

Estado de Minas PROTESTO

COVID-19: Entidades médicas divulgam manifesto a favor de máscaras

Documento que defende uso da proteção facial e do distanciamento social para combater o coronavírus foi assinado por 46 associações do Brasil


28/02/2021 17:23 - atualizado 28/02/2021 18:15

Ao todo, 46 entidades médicas brasileiras assinaram manifesto em defesa do uso de máscaras contra COVID-19(foto: Yamil LAGE/AFP)
Ao todo, 46 entidades médicas brasileiras assinaram manifesto em defesa do uso de máscaras contra COVID-19 (foto: Yamil LAGE/AFP)
Com o Sistema Único de Saúde (SUS) passando pelo momento mais crítico desde o início da pandemia, 46 entidades médicas assinaram um manifesto para apoiar e reforçar a necessidade do uso de máscara como instrumento de combate ao coronavírus. O manifesto foi divulgado no início da tarde deste domingo, (28/02).

Na nota, entidades médicas como a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, a Faculdade de Medicina de Botucatu / Unesp e outras, defendem não só o uso das máscaras, mas também ações para contenção da pandemia da COVID-19, como o distanciamento físico, não compartilhamento de objetos de uso pessoal e a higienização das mãos.

"Máscaras são instrumentos eficazes para a redução da transmissão de vírus respiratórios e são preconizadas na atual pandemia para uso, não apenas por profissionais da saúde no cuidado de indivíduos com suspeita ou diagnóstico de COVID-19, mas por todos. O uso correto da máscara é a ação pessoal com efeito coletivo fundamental para diminuir a circulação do vírus da COVID-19 que assola o país neste momento", diz a nota.

O comunicado continua: "É urgente que as medidas efetivas para diminuir a transmissão da doença sejam assumidas pela população como compromisso social para diminuir a possibilidade do surgimento de novas variantes do vírus e o colapso total dos serviços de saúde de todo país."

Manifesto contrasta com postura de Bolsonaro

Na última quinta-feira (25/02), o presidente da República, Jair Bolsonaro, criticou uso de máscaras e citou um estudo alemão sobre supostos efeitos colaterais do uso de máscaras. De acordo com o Estadão Verifica, trata-se de uma análise de pouco rigor científico e incapaz de comprovar relação com os problemas mencionados em crianças.

O artigo também não foi revisado por pares, nem publicado em revistas científicas até o momento.

Evidências apontam que, nesse mais recente ataque ao uso de máscaras, Bolsonaro se baseou em um tuíte de um médico negacionista chamado Alessandro Loiola, que já foi alvo de quatro verificações do Projeto Comprova por espalhar informações falsas e é autor de um livro chamado "COVID-19: a fraudemia", um compêndio de teses anticientíficas e teorias conspiratórias.

Assinam o manifesto a favor das máscaras:

1. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
2. Associação Alagoana de Doenças do Tórax
3. Associação Amazonense de Pneumologia e Cirurgia Torácica
4. Associação Brasileira de Alergia e Imunologia
5. Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação
6. Associação Brasileira de Transplante de Órgãos
7. Associação Brasiliense de Medicina da Família e Comunidade
8. Associação Catarinense de Pneumologia e Tisiologia
9. Associação de Medicina Intensiva Brasileira
10. Associação de Medicina Intensiva do DF
11. Associação de Pneumologia e Cirurgia Torácica do Rio Grande do Norte
12. Associação Maranhense de Pneumologia e Cirurgia Torácica
13. Associação Médica de Brasília
14. Associação Paraense de Pneumologia e Tisiologia
15. Associação Paranaense de Pneumologia e Tisiologia
16. Associação Paulista de Medicina de Família e Comunidade
17. Associação Pernambucana de Pneumologia e Tisiologia
18. Faculdade de Medicina de Botucatu / Unesp
19. Sociedade Brasileira de Anestesiologia
20. Sociedade Brasileira de Cardiologia
21. Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica
22. Sociedade Brasileira de Dermatologia
23. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
24. Sociedade Brasileira de Hepatologia
25. Sociedade Brasileira de Infectologia
26. Sociedade Brasileira de Nefrologia
27. Sociedade Brasileira de Patologia
28. Sociedade Brasileira de Patologia Clínica / Medicina Laboratorial
29. Sociedade Brasileira de Pediatria
30. Sociedade Brasileira de Reumatologia
31. Sociedade Brasileira de Trombose e Hemostasia
32. Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente
33. Sociedade Brasiliense de Doenças Torácicas
34. Sociedade Brasiliense de Reumatologia
35. Sociedade Cearense de Pneumologia e Tisiologia
36. Sociedade de Pneumologia da Bahia
37. Sociedade de Pneumologia do Espírito Santo
38. Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Mato Grosso
39. Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Rio de Janeiro
40. Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Rio Grande do Sul
41. Sociedade Goiana de Pneumologia e Tisiologia
42. Sociedade Mineira de Pneumologia e Tisiologia
43. Sociedade Paraibana de Tisiologia e Pneumologia
44. Sociedade Paulista de Infectologia
45. Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia
46. Sociedade Paulista de Reumatologia

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.


transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
  • Em casos graves, as vítimas apresentam:
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
  • Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus 

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.


Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade