UAI
Publicidade

Estado de Minas MAUS-TRATOS

Bois e vacas são abatidos e esquartejados depois de acidente na Argentina

Moradores da região de Santiago del Estero aproveitaram-se de um acidente com o caminhão que transportava o gado para abater os animais e saquear a carne


17/12/2021 11:04 - atualizado 17/12/2021 16:00

Moradores cometeram pelo menos três infrações no ato: maus-tratos, desrespeito a normas sanitárias e roubo de carga
Moradores cometeram pelo menos três infrações no ato: maus-tratos, desrespeito a normas sanitárias e roubo de carga (foto: El Liberal/Reprodução)
Imagens de um acidente entre um trem carregado com soja e um caminhão de transporte animal, na Argentina, estão gerando comoção. Não pelas vítimas humanas, já que maquinista e motorista foram levados ao hospital com ferimentos leves e fora de perigo de morrer, mas por cenas do abate clandestino de vacas que eram carregadas antes da colisão.

Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra homens, mulheres e crianças munidos com facões matando e cortando os bovinos ainda na gaiola do caminhão, tombada na estrada. Segundo o site El Liberal, o grupo era formado por moradores da localidade que foram vistos andando pelas ruas ensanguentados e carregando carne em caixas de papelão, sacolas e até mesmo nas costas.


O acidente ocorreu na última terça-feira (14/12) no município de Pinto, província de Santiago del Estero. Pelo Twitter, parte dos argentinos protesta contra a cena. "Não se trata mais nem mesmo de 'capitalismo ou pobreza', é 'civilização ou barbárie'", legendou o perfil identificado como Pampasud.

De acordo com o jornal argentino La Nacion, além de infringirem normas sanitárias do abate de animais para consumo, aqueles que participaram da ação também cometeram crime de maus tratos aos animais, por conta da forma cruel em que foram abatidos. Outra infração notada, foi o roubo de carga. O caso será analisado pela 17ª Esquadra de Polícia de Pinto.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade