UAI
Publicidade

Estado de Minas ASSÉDIO SEXUAL

Homem é preso por assédio sexual em um ponto de ônibus de Ouro Preto

Trata-se do segundo caso de violência sexual na cidade em menos de três dias; na terça (19/7), um idoso havia sido preso por se masturbar ao lado de uma jovem


22/07/2022 15:44 - atualizado 22/07/2022 15:56

Carro da Guarda Civil Municipal de Ouro Preto
A Guarda Civil Municipal de Ouro Preto foi acionada para deter o suspeito (foto: Ane Souz/PMOP)
Um homem foi preso acusado de assédio sexual e agressão, nessa quinta-feira (21/7), em Ouro Preto, Região Central de Minas Gerais.
 
A Guarda Civil Municipal da cidade foi chamada após denúncia de que um homem teria passado as mãos nos órgãos genitais de uma mulher que estava em um ponto de ônibus, no bairro São Cristóvão.

A mulher reagiu ao assédio e depois foi agredida pelo suspeito.
 
Foi o segundo caso de violência sexual em Ouro Preto, em um período de menos de três dias. Na terça-feira (19/7), um idoso de 66 anos foi preso após segurar o braço de uma jovem de 18 anos e se masturbar ao lado dela, dentro de um transporte coletivo da cidade.

O que é assédio sexual?

O artigo 216-A do Código Penal Brasileiro diz o que é o assédio sexual: ''Constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente da sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função".

O que diz a lei sobre estupro no Brasil?

De acordo com o Código Penal Brasileiro, em seu artigo 213, na redação dada pela Lei  2.015, de 2009, estupro é ''constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso".
 
No artigo 215 consta a violação sexual mediante fraude. Isso significa ''ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima".

O que é estupro contra vulnerável?

O crime de estupro contra vulnerável está previsto no artigo 217-A. O texto veda a prática de conjunção carnal ou outro ato libidinoso com menor de 14 anos, sob pena de reclusão de oito a 15 anos.
 
No parágrafo 1º do mesmo artigo, a condição de vulnerável é entendida para as pessoas que não têm o necessário discernimento para a prática do ato, devido a enfermidade ou deficiência mental, ou que por algum motivo não possam se defender.

Penas pelos crimes contra a liberdade sexual

A pena para quem comete o crime de estupro pode variar de seis a 10 anos de prisão. No entanto, se a agressão resultar em lesão corporal de natureza grave ou se a vítima tiver entre 14 e 17 anos, a pena vai de oito a 12 anos de reclusão. E, se o crime resultar em morte, a condenação salta para 12 a 30 anos de prisão.
 
A pena por violação sexual mediante fraude é de reclusão de dois a seis anos. Se o crime é cometido com o fim de obter vantagem econômica, aplica-se também multa.
 
No caso do crime de assédio sexual, a pena prevista na legislação brasileira é de detenção de um a dois anos.

O que é a cultura do estupro?

O termo cultura do estupro tem sido usado desde os anos 1970 nos Estados Unidos, mas ganhou destaque no Brasil em 2016, após a repercussão de um estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro.
 

Como denunciar violência contra mulheres?

Ligue 180 para ajudar vítimas de abusos.
Em casos de emergência, ligue 190.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade