Publicidade

Estado de Minas

Bombeiros desmentem que sirene tenha sido acionada novamente em Brumadinho

A informação havia circulado nas redes sociais entre a noite de domingo e esta madrugada. Operador de drone foi detido hoje na zona quente


postado em 04/02/2019 10:57 / atualizado em 04/02/2019 11:03

(foto: Túlio Santos/EM/DA Press)
(foto: Túlio Santos/EM/DA Press)


O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais desmentiu nesta segunda-feira a informação de que sirenes tenham sido acionadas pela mineradora Vale na região de Brumadinho, onde a barragem da Mina do Córrego do Feijão se rompeu em 25 de janeiro. A informação havia circulado nas redes sociais entre a noite de domingo e esta madrugada.

“A informação não procede”, destacou a corporação, por meio de nota. “Parece que teve um som, mas não foi proveniente da região afetada pelo rompimento da barragem ou de outra barragem da Vale”, completou. O barulho, segundo o comunicado, seria de uma empresa localizada nos arredores.

Drone


O Corpo de Bombeiros do estado informou ainda que um operador de drone foi preso na manhã de hoje na chamada "zona quente", região onde a barragem rompeu. As equipes que atuam na região utilizam um radar capaz de detectar a posição do aparelho e também do operador.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade