UAI
Publicidade

Estado de Minas OPERAÇÃO LOKI

Polícia Civil cumpre mandados de prisão contra o tráfico no Triângulo

Em Minas, a operação é realizada em Uberlândia, Araguari e Paracatu; ações também ocorrem em Cristalina (GO) e Aracaju (SE)


29/06/2022 10:02 - atualizado 29/06/2022 10:19

Sede da Polícia Civil no Triângulo Mineiro
Base da operação é a Polícia Civil no Triângulo Mineiro (foto: Vinícius Lemos)
A Polícia Civil de Minas Gerais cumpre na manhã desta quarta-feira (29/6) 36 mandados de prisão e de busca e apreensão em três estados na operação Loki, que visa combate ao tráfico de drogas. Pelo menos oito pessoas foram indiciadas durante as investigações e cerca de 20 toneladas de drogas já foram apreendidas.
 
A base da operação é o Triângulo Mineiro. O objetivo é desmantelar uma quadrilha responsável por trazer drogas do Paraguai para Uberlândia e, depois, distribuí-las para o Noroeste de Minas Gerais, para Goiás e para Sergipe.
 
São 20 mandados de prisão e outros 16 de busca e apreensão cumpridos nas cidades de Uberlândia, Araguari, Paracatu, Cristalina (GO) e Aracaju (SE). O principal suspeito de cometer os crimes, conhecido como Gordo, foi preso na capital de Sergipe.
 
“A rota da distribuição das drogas dessa organização criminosa começava com a compra no Paraguai. O entorpecente era trazido para Uberlândia e depois levado para outras cidades”, explicou o delegado chefe do 9º Departamento da Polícia Civil, Marcos Tadeu.
 
As investigações ocorrem há cerca de oito meses e conseguiu, até aqui, bloquear cerca de R$ 1 milhão da quadrilha e apreender oito veículos dos membros do grupo.
 
Eles vão responder por vários crimes, incluindo tráfico de drogas, e associação para o tráfico. O passo seguinte é investigar outros crimes que teriam sido praticados pela quadrila como a lavagem de dinheiro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade