UAI
Publicidade

Estado de Minas ARAXÁ

Suspeito de furtar carregador de bateria morre após sessão de tortura

Dono de empresa em Araxá e dois funcionários são suspeitos do assassinato por choque elétrico. Outro homem também foi torturado, mas sobreviveu


28/06/2022 14:27 - atualizado 29/06/2022 18:53

Suspeitos presos foram ouvidos pelo delegado de plantão da Polícia Civil de Araxá
Suspeitos presos foram ouvidos pelo delegado de plantão da Polícia Civil de Araxá (foto: PCMG/Divulgação)
 
Dois suspeitos de furtar um carregador de bateria de uma empresa foram torturados com choques elétricos, supostamente pelo proprietário e dois funcionários. Uma das vítimas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O crime aconteceu na noite dessa segunda-feira (27/6), por volta das 22h, em Araxá, no Triângulo Mineiro. Os dois funcionários da empresa foram presos em flagrante. Já o proprietário está foragido.

Segundo a Polícia Militar (PM), uma viatura foi solicitada a comparecer na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araxá, onde deram entrada dois homens com lesões e queimaduras. Os próprios funcionários que teriam participado da tortura socorreram as vítimas.

O mais novo, de 31 anos, chegou à UPA sem sinais vitais. O mais velho, de 37, estava consciente e deu sua versão à PM. Conforme o registro, ele e o rapaz que morreu foram abordados por três indivíduos em um veículo e levados para um galpão, onde teriam sido torturados com choque da rede elétrica.

Patrão queria dar susto


Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar, os suspeitos questionaram sobre um carregador de bateria que teria sido furtado pelas vítimas. Posteriormente, iniciaram os choques elétricos.

À Polícia Militar, os suspeitos disseram que foram chamados pelo patrão para dar um um susto nas vítimas. O dono da empresa desconfiava que a dupla torturada teria furtado o carregador de bateria.

Nota da Polícia Civil


A Polícia Civil informou, por meio de nota, que deslocou a perícia criminal ao local, onde foram realizados os primeiros levantamentos.

"Duas vítimas foram encaminhadas para atendimento médico, uma de 27 anos e outra de 31 anos, sendo que esta veio a óbito no hospital e, em seguida, o corpo foi encaminhado ao Posto Médico Legal para exame de necropsia.

"Na ocasião, dois suspeitos, de 27 e 31 anos, foram conduzidos à Delegacia de Plantão do município e foram autuados em flagrantes pelos crimes de tentativa de homicídio contra a vítima, de 37 anos, e pelo homicídio consumado, da vítima, de 31 anos".
 

Ainda segundo a Polícia Civil, os suspeitos foram encaminhados ao Sistema Prisional e os materiais apreendidos serão objeto de perícias. O órgão realiza diligências a fim de localizar o terceiro investigado, de 50 anos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade