UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID, SARAMPO E GRIPE

BH vacina população neste sábado (28) para ampliar índices de cobertura

Cobertura para sarampo e gripe está longe da ideal. Campanha ampliada no sábado é oportunidade para ficar em dia com as vacinas


28/05/2022 12:34 - atualizado 28/05/2022 13:06

Enfermeira segura frasco com imunizante contra a COVID e agulha de injeção
Vacinação aos sábados é estratégia para alcançar mais pessoas (foto: Jair Amaral EM/D.A. Presss)
Moradores de Belo Horizonte aproveitaram a manhã de sábado (28) para atualizar o cartão de vacinação. Campanha da prefeitura da capital oferece imunização contra sarampo, gripe e COVID-19 em centros de saúde, shoppings, drogarias e pontos de drive-thru para avançar com a campanha, que segue com pouca adesão na cidade.

De acordo com dados da PBH, a vacinação contra a gripe ainda não conseguiu superar a marca de 37% da população. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é de, ao menos, 90% de cobertura para uma proteção eficaz contra o vírus.

A psicóloga Anna Cláudia Eutropio e o professor da UFMG Carlos d'Andréa foram até o batalhão do Corpo de Bombeiros da Rua Piauí, Região Centro-Sul de BH, para receber a proteção contra a gripe.

“Nós já tomamos as três doses da vacina contra a COVID e agora estamos tomando a da gripe, que é a que está disponível. Quando pudermos tomar a quarta dose da COVID vamos também. Aproveitamos a campanha no sábado, que está mais vazio”, disse Anna Cláudia.

Enfermeira mostra frasco de vacina para casal em carro em ponto de vacinação drive-thru
Anna Cláudia e Carlos aproveitaram o sábado para ficar em dia com o imunizante contra a gripe (foto: Jair Amaral EM/D.A. Presss)


A vacina no Corpo de Bombeiros está sendo aplicada no esquema de drive-thru, dentro dos carros. Carlos d’Andréa comentou que a pandemia teve como efeito o ‘resgate’ dos cartões de vacinação e da importância de se manter a imunização atualizada.

“É interessante deixar as vacinas em dia. Antes da COVID, muita gente era meio displicente e um efeito colateral positivo é termos ficado mais atento à isso”, avalia.

A vacinação contra o sarampo também está defasada na capital. O Ministério da Saúde recomenda que 95% do público-alvo seja imunizado contra a doença, mas a cobertura em BH está em apenas 27,8%.
 
Boa parte das crianças também não está em dia com a proteção contra a COVID, já que pouco mais da metade do público-alvo recebeu a segunda dose.

Enfermeira aplica vacina contra a COVID no braço de um homem sentado no banco de um carro
Hector Mendoza foi até o Corpo de Bombeiros para atualizar a proteção contra a COVID. A quarta dose já está no braço. (foto: Jair Amaral EM/D.A. Presss)


Quem pode se vacinar

A vacina contra a gripe está sendo aplicada em idosos com mais de 60 anos; crianças de 6 meses a 4 anos; gestantes; puérperas; povos indígenas; pessoas com doenças crônicas ou deficiência permanente; trabalhadores das áreas de transporte, saúde, segurança e educação; e população privada de liberdade.

A vacina contra o sarampo está sendo aplicada em crianças de 6 meses a 4 anos e trabalhadores da área da saúde. A vacina contra a COVID está disponível para todos os públicos já convocados e há repescagem para todas as doses.

Vale ressaltar que as vacinas podem ser aplicadas no mesmo dia sem qualquer tipo de risco à saúde.

Neste sábado, a campanha está acontecendo nos centros de saúde e pontos de drive-thru até as 14h e nos shoppings até as 16h. A lista completa de endereços pode ser acessada no portal da prefeitura.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade