UAI
Publicidade

Estado de Minas DIAMANTINA

Homem engole 70 pedras de crack para não ser preso e vai parar no hospital

Ao perceber que seria abordado pelos policiais, suspeito de 34 anos ingeriu a droga e está internado em estado grave na UTI de hospital em Diamantina


27/05/2022 16:06 - atualizado 27/05/2022 17:28

De acordo com os militares, o autor que engoliu a droga é egresso do sistema prisional e tem diversas passagens pela polícia, sobretudo pelo crime de furto
De acordo com os militares, o autor que engoliu a droga é egresso do sistema prisional e tem diversas passagens pela polícia, sobretudo pelo crime de furto (foto: Polícia Militar)

Um homem de 34 anos ingeriu aproximadamente 70 pedras de crack não embaladas para não ser preso pela Polícia nessa quinta-feira (26/5). O suspeito passou mal após engolir a droga e está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Pronto-Socorro de Diamantina, em Minas Gerais.

Conforme a Polícia Militar, foi desencadeada uma batida policial no bairro Rio Grande, após denúncias sobre o tráfico de drogas que estaria ocorrendo no local. Ao perceber que seria abordado, um dos autores deglutiu os entorpecentes.

Ao ser conduzido à delegacia, o homem apresentou alterações no seu estado físico e psíquico, alegando, em primeiro momento, que sofria de epilepsia. Encaminhado ao hospital, ele foi medicado e liberado.

Novamente na delegacia, o rapaz passou mal pela segunda vez, quando o comparsa dele, detido na mesma operação, informou que a causa do mal-estar poderia ser a ingestão das pedras de crack.

Segundo os militares, o homem regressou ao hospital, dessa vez em estado crítico, e sofreu duas paradas cardíacas ao dar entrada na UTI. Ele tem passagens pelo sistema prisional por crimes de furto.

Na ação em Diamantina, a PM apreendeu dez pinos de cocaína, dois smartphones, anotações do tráfico e R$ 219,00 em espécie.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade