UAI
Publicidade

Estado de Minas VACINAÇÃO

Campanha de Vacinação da Gripe em BH: cobertura está longe do recomendado

Faltam 10 dias para o fim da campanha e apenas 36,8% do público alvo se vacinou na capital, segundo a PBH; recomendado é vacinar 90% da população


25/05/2022 08:37 - atualizado 25/05/2022 10:18

Pessoa sendo imunizada por profissional de saúde
Com a chegada do tempo frio, especialistas explicam que a imunização se torna ainda mais necessária, pois é uma das principais formas de se proteger contra a doença (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
A campanha de vacinação contra a gripe começou no dia 4 de abril, e vai até 3 de junho, de acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Porém, a dez dias do fim da campanha de vacinação, a proteção contra a gripe chegou a 36,8%; não está nem perto da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, que é de pelo menos 90% da população vacinada.

Com a chegada do tempo frio, especialistas explicam que a imunização se torna ainda mais necessária, pois é uma das principais formas de se proteger contra a doença, já que o vírus se muta bastante. Na quarta-feira da semana passada (18/05), a cobertura vacinal da gripe em BH  estava em 32,3%, e há duas semanas, em 26,9%. 


De acordo com o infectologista Estêvão Urbano, há várias hipóteses para que a cobertura vacinal da gripe não esteja avançando. “Um primeiro ponto pode ser as fake news, que se espalham facilmente e tem um impacto em reduzir a vacinação. Segundo, nós focamos muito na COVID-19, e possivelmente as pessoas relativizam a importância da gripe também. Terceiro, durante dois anos com o uso obrigatório de máscaras as gripes diminuíram muito, as pessoas podem ter entrado também numa zona de conforto, achando que a gripe acabou. Então, quando você tira a máscara, a chance de voltar é muito grande. É perigoso porque a gripe mata também, principalmente para pessoas imunossuprimidas, idosos e pessoas com comorbidades”, explicou. 

 

Leia também:  Gripe: menos de um terço do público-alvo tomou a vacina em BH

 

Para se vacinar, é necessário ir até um posto de saúde ou postos extras/drive thru com documento de identidade com foto e cartão de vacinação. Os centros de saúde funcionam de segunda a sexta, das 8h às 17h. Idosos também podem ir a farmácias para receber a dose da gripe


A PBH reforça que a vacina da gripe pode ser aplicada de maneira simultânea com as demais, incluindo a contra Covid-19, e em qualquer intervalo. 

 

 

*Estagiária sob supervisão da subeditora Jociane Morais   

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade