UAI
Publicidade

Estado de Minas APÓS TRÊS SEMANAS

Criança sequestrada em MG é resgatada em Rio das Ostras; suspeito é preso

Após três semanas desaparecido, menino de 2 anos foi encontrado nesta segunda-feira (23/5) durante operação deflagrada pelo Ministério Público de Minas Gerais


23/05/2022 18:55 - atualizado 23/05/2022 19:15

Imagem de agente do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco)
Diligências foram comandadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público (foto: MPPA/Divulgação - Imagem meramente ilustrativa)

 
Um homem suspeito de ter sequestrado uma criança de apenas 2 anos em Carangola, na Zona da Mata mineira, foi preso na manhã desta segunda-feira (23/5) em Rio das Ostras (RJ), durante a operação Themis deflagrada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).
 
Após três semanas desaparecido, o menino, que havia sido raptado em 30 de abril, também foi encontrado hoje durante as diligências do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Zona da Mata do MPMG. Segundo o órgão, a criança está bem e será levada até a mãe.
 
O nome da operação - Themis - faz alusão à deusa da justiça, protetora dos oprimidos, que personifica a ordem, a justiça e a lei.
 
O promotor de Justiça Breno Costa da Silva Coelho comentou, via assessoria, a gravidade do delito. "Crimes praticados contra crianças possuem um elevado grau de reprovabilidade, seja pela natural vulnerabilidade das vítimas, seja pelo menosprezo dos autores com a ordem pública e com os padrões éticos mínimos exigidos na vida em sociedade", avaliou.
 
Conforme o MP, a operação de captura do suspeito e resgate da criança aconteceu "após intenso trabalho investigativo". Nesse sentido, além do Gaeco em Visconde do Rio Branco, participaram da ação o Gaeco Central do MPMG e do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), os GAPs de Cabo Frio e de Rio das Ostras e a 5ª Companhia do 25º Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ).
 
A reportagem, em contato com o Ministério Público, questionou como o homem preso nesta manhã conseguiu realizar o sequestro da criança, bem como qual seria a motivação do crime e de que maneira o menino foi recuperado.
 
Em resposta, a assessoria do órgão disse que "ainda estão sendo realizadas algumas diligências" e, por isso, "não é possível passar outras informações" por enquanto.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade