UAI
Publicidade

Estado de Minas INTERIOR

Surto da COVID em unidade de saúde causa suspensão de vacinação em Uberaba

O último boletim epidemiológico, divulgado na noite desta quinta-feira (27/1), mostra que continua alto o número de novos casos da doença registrados em 24h


27/01/2022 22:08 - atualizado 27/01/2022 22:10

comunicado
Apesar do comunicado colocado na porta da unidade, ainda não há a confirmação da Secretaria de Saúde de Uberaba a respeito de quando voltará a vacinação no local (foto: WhatsApp/Divulgação)
Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, a nova onda da COVID-19 e de síndromes gripais infectou e afastou esta semana 22 profissionais da unidade municipal de saúde Professor Aluízio Prata, no Bairro Elza Amuí. Entre eles estão médicos, técnico de enfermagem, nutricionista, agente comunitário, serviços gerais, dentista e enfermeiro.
 
Devido a este alto número de profissionais afastados, a Secretaria Municipal de Saúde precisou suspender a vacinação contra a COVID-19 no local por tempo indeterminado.
 
Apesar do comunicado colocado na porta da unidade de saúde afirmar que a suspensão da vacinação no local vai até a próxima sexta-feira (28/1), segundo informações divulgadas pela Saúde de Uberaba ainda não há a confirmação de quando voltará a vacinação no local.
 
Nas outras 12 unidades de saúde de Uberaba, a vacinação da dose de reforço para as pessoas com mais de 18 anos e a primeira e segunda doses voltadas para os jovens acima de 12 anos aconteceu, normalmente, nesta quinta-feira.
 
Continua alto o número de novos casos diários da COVID-19 em Uberaba
 
Segundo o último boletim epidemiológico de Uberaba, divulgado na noite desta quinta-feira, assim como durante todo o mês de janeiro, continua alto o número de novos casos diários da doença. Foram registrados nas últimas 24 horas 815 novos casos.
 
Desta forma, com 18.780, o primeiro mês de 2022 registra quase que quatro vezes mais casos que o até então mês com mais registros, desde o início da pandemia: maio do ano passado, com 5.351.
 
Como consequência, as internações na cidade têm aumentado nos últimos dias. Neste momento, a ocupação em enfermarias está em cerca de 70% e a de UTIs/COVID perto dos 50%.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade