UAI
Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

BH abre mais 25 leitos de enfermaria, mas ocupação segue no vermelho

Desde o início do mês de janeiro, houve um incremento de 170 leitos, saindo de 220 para 390 vagas ofertadas na Rede SUS-BH


14/01/2022 19:29 - atualizado 14/01/2022 19:29

Samu com paciente
Aumento das internações motivou PBH a abrir 25 novos leitos de enfermaria (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Diante do aumento da ocupação das enfermarias nos últimos dias, a prefeitura de BH confirmou nesta sexta-feira (14/1) a reabertura de mais 25 leitos para pacientes com coronavírus na rede pública. 
 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ainda há possibilidade de outros leitos serem reativados, desde que haja demanda de internações, como ocorreu nesta semana com o aumento de casos. 

Apesar das ampliações, a taxa de ocupação total de leitos de enfermaria, considerando as redes SUS e Suplementar, segue no nível vermelho, com 75%. BH conta com um total de 7,4 mil vagas de enfermarias no SUS e na rede privada, porém a maioria delas é destinada às demais doenças. 
 
A prefeitura reitera que pacientes com quadros gripais, ainda sem resultado para a COVID-19, também podem estar internados nos leitos de UTI e enfermaria dedicados à doença, considerando que os sintomas são parecidos.

UTIs

A PBH ainda não cogitou a possibilidade de reabrir leitos de UTI. O último balanço, divulgado nesta sexta-feira (14/1), mostrou que a capital tem 74,3% de ocupação dos leitos para casos mais graves.
 
As redes pública e suplementar, juntas, contam com um total de 218 leitos exclusivos para pacientes com COVID-19. 

A carga disponível no município é de mais de 1,6 mil UTIs, que atualmente são divididas com outras enfermidades.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade