UAI
Publicidade

Estado de Minas CALAMIDADE

Chuva: Zema anuncia repasse de R$ 560 mi para cidades mineiras atingidas

Em visita a Raposos, governador viu 'cenário de guerra'; há dois dias, ele pediu quase R$ 1 bi a Bolsonaro para ajudar municípios mineiros


14/01/2022 18:38 - atualizado 14/01/2022 19:06

De máscara, Zema visita local destroçado por chuvas em Raposos, na Grande BH
Em Raposos, Zema visitou locais destruídos por chuvas de janeiro (foto: Gil Leonardi/Imprensa MG)
O governo de Minas Gerais vai dividir um repasse de R$ 560 milhões entre as cidades atingidas pelas chuvas neste início de ano. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (14/1) pelo governador Romeu Zema (Novo), durante visita a Raposos, um dos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte mais afetados pelos temporais. A aplicação do montante deve ser detalhada no fim de semana, mas a reconstrução de vias destruídas pela lama está na lista de prioridades.

Além do dinheiro saído dos cofres estaduais, o Palácio Tiradentes tenta conseguir recursos federais. Na quarta (14), Zema pediu R$ 935,6 milhões ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

"Tivemos muitas rodovias e vias afetadas por deslizamentos, excesso de água e precisamos restabelecer essas vias. Será aplicado também nas questões humanitárias", disse Zema, ao tratar do aporte feito pelo governo mineiro. "Teremos tratamento prioritário às pessoas que tiveram suas casas destruídas, que vão receber uma ajuda até que essa situação seja definida", emendou.

 

'Cenário de guerra'

Em Raposos, Zema constatou os estragos feitos pelas águas. Na cidade onde vivem cerca de 16,5 mil pessoas, há aproximadamente 3 mil desabrigados. As enchentes chegaram a deixar as casas com até dois metros de lama. Representantes da Defesa Civil estadual compuseram a comitiva.

"Quem visita vê o tamanho do estrago. É um cenário de guerra o que estamos assistindo. O estado tem dado o apoio naquilo que é possível. Nossa prioridade é a ajuda humanitária, fornecimento de cesta básica, kits de limpeza e higiene para os desalojados", lamentou o governador, que enviou 700 cestas básicas aos raposenses.

Zema visitou partes de Raposos ao lado de Serginho da Bota (PSB), prefeito da cidade. No domingo (9/1), o chefe do Executivo municipal chorou ao relatar o impacto das chuvas no município. "Metade da cidade está desalojada", desabafou o prefeito.

Recursos vêm após insatisfação de prefeitos

O anúncio do repasse de quase meio bilhão ocorre quatro dias após Zema deixar no meio uma reunião com prefeitos da Grande BH. O encontro, ocorrido na segunda (10/1), foi bastante criticado por participantes, que apontaram a ausência de soluções concretas aos problemas pelas chuvas e relataram conversas meramente "burocráticas". Horas após o evento, Zema chegou a anunciar o repasse de R$ 40 milhões.

Os movimentos renderam críticas de Alexandre Kalil (PSD), prefeito de Belo Horizonte. "Na reunião que os prefeitos da Grande Belo Horizonte tiveram, em que o governador ficou presente por cinco minutos, foi oferecida a bagatela, para todas as cidades da Região Metropolitana, de R$ 40 milhões. É falta de noção absoluta da necessidade e de dinheiro", falou à Rádio Bandeirantes, nesta semana.

Verba federal é pensada para bancar auxílios


Ao solicitar o dinheiro federal, para além das questões de infraestrutura, Zema projetou tirar do papel duas modalidades de auxílio às pessoas impactadas pelas chuvas. Uma das ideias do governador é captar R$ 238,7 milhões para financiar, por três meses, pagamentos de R$ 400 a famílias em situação de extrema pobreza.

Com outros R$ 45 milhões, a administração estadual pensa em tirar do papel repasse trimestral de R$ 600 a pessoas que perderam móveis e eletrodomésticos. A estruturação de linha especial do Casa Verde e Amarela, programa federal de habitação, também está nos planos. 

A antecipação de recursos do acordo feito com a Associação Mineira de Municípios (AMM) em virtude de atrasos nos repasses para a Saúde é alternativa para dar fôlego às cidades atingidas pelas chuvas. As prefeituras podem, também, solicitar adiantamento de parcelas do Piso Mineiro de Assistência Social.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade