UAI
Publicidade

Estado de Minas CHUVAS EM MINAS

Sobe para 25 o número de mortos por causa das chuvas em Minas

Desde o início do período chuvoso mais de 4 mil pessoas estão desabrigadas e 26 mil ficaram desalojadas


13/01/2022 14:30 - atualizado 13/01/2022 15:23

Trator faz limpeza de via tomada pela lama das chuvas
Chuvas deixam entrego em Minas Gerais. Na imagem a destruição em Governador Valadares (foto: Alexandre Guzashe/E.M/D.A.Press)
O número de mortos em consequência do período chuvoso em Minas Gerais chegou a 25 nesta quinta-feira (13/1), segundo o boletim da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). Desde o início das chuvas, mais de 4 mil pessoas estão desabrigadas e 26 mil ficaram desalojadas no estado. Nesta quarta-feira (12/1), o número já havia atingido 24 mortos. 
Até o momento, mais de 36 mil itens de ajuda humanitária foram entregues aos municípios para assistência à população nas regiões atingidas, sendo 11.820 cestas básicas, 4.157 colchões, 10.125 kits limpeza e 10.555 kits de higiene.


Com o agravamento desse cenário, o governador Romeu Zema (Novo) criou um Comitê Gestor de Medidas de Prevenção e Enfrentamento das Consequências do Período Chuvoso que conta com as as Forças de Segurança e secretarias de Estado para dar apoio aos municípios atingidos.
 
Na terça-feira (11/1), Zema recebeu os  ministros da Cidadania, João Roma, e do Meio Ambiente, Joaquim Leite, que sobrevoaram Pará de Minas, na Região Centro-Oeste de Minas, e Nova Lima, na Região Metropolitana de BH, afetadas pelos temporais dos últimos dias. 
 
 
João Roma afirmou que  a verba liberada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) que disponibiliza crédito extraordinário de R$ 700 milhões para suporte às regiões afetadas pelas fortes chuvas nos últimos dias também será destinada para Minas Gerais.

Em alerta, a Defesa Civil diz que o atual cenário necessita de maior atenção da população para identificar os riscos do período chuvoso.

"A orientação é para que as pessoas que moram perto de encostas e rios fiquem atentas aos deslocamentos de massas e ao aparecimento de rachaduras. O mais importante é preservar a vida", comunicou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade