UAI
Publicidade

Estado de Minas VEJA OS VÍDEOS

Deslizamento de terra destrói imóveis históricos em Ouro Preto

Caso ocorreu na manhã desta quinta-feira (13/1) e, segundo os bombeiros da cidade, não há vítimas. Imóveis eram tombados


13/01/2022 10:11 - atualizado 13/01/2022 14:28



Dois imóveis históricos foram destruídos por um deslizamento de encosta na manhã desta quinta-feira (13/1) em Ouro Preto, na Região Central do estado. 

Veja o local do desabamento. Rua está isolada



Os imóveis ficavam na Rua Doutor Pacífico Homem, onde fica o Morro da Forca, no centro histórico. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil informou que eram edificações com patrimônio tombado. 

“Os bombeiros foram acionados por volta 8h30 para fazer a vistoria do local. Nesse tempo, devido aos problemas estruturais encontrado, toda a área foi evacuada. Um pouco mais tarde, por volta de 9h10, houve o colapso”, informou a corporação. 

Antes do desabamento, aproximadamente 500 metros para cada saída foram isolados e todas as pessoas foram evacuadas de suas residências, o que evitou um desastre ainda maior. “Conforme informações do local, ainda há uma instabilidade do talude. Se houver outro desmoronamento, há a possibilidade de um hotel e um restaurante serem atingidos”, informou a corporação. 




Drone da Secretaria de Meio Ambiente de Ouro Preto mostra o deslizamento



Imagens de um segundo drone



Mapa de deslizamento em OP
(foto: Soraia Piva/Editoria de arte)

Defesa Civil da cidade fez alerta


Pouco antes do desabamento, a prefeitura de Ouro Preto divulgou, nos Stories do Instagram, um vídeo do coordenador da Defesa Civil do município, Neri Moutinho, informando que a rua, que fica na Praça da Estação, estava interditada. “Peço às pessoas que não transitem neste local. Há movimentação de massa. Nós já acionamos o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, a Ourotran e nosso geólogo para poder fazer a avaliação. É de grande proporção”, disse. 


Imagens que flagram a destruição circulam nas redes sociais. A Defesa Civil da cidade havia isolado o local pouco antes do desabamento. Nos vídeos, é possível ver um imóvel de um pavimento e um casarão. A área atingida pelo desabamento fica a pouco mais de 300 metros, em linha reta, do Museu da Inconfidência. 



A rede elétrica foi atingida. É possível ver o cabeamento arrebentando e soltando faíscas. Alguns pontos da cidade ficaram sem luz. (Confira nota da Cemig abaixo)

Deslizamento de terra em Ouro Preto
Vídeo do momento em que o casarão é destruído circula nas redes (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)


No fim da manhã, a coordenadora-adjunta da Defesa Civil de Minas Gerais, tenente-coronel Gracielle Rodrigues Santos, disse que a situação em Ouro Preto já era monitorada e houve reuniões com o órgão municipal, autoridades de segurança e engenheiros da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) para mapear as áreas de risco e traçar um plano de contingência. “Dessa maneira, ao serem mapeados pelos geólogos e técnicos, os pontos em que possivelmente poderia haver algum deslizamento de terra, foram iniciadas as evacuações preventivas das pessoas que moravam próximas a esses locais ou muito próximas de encostas que estavam sendo monitoradas”, informou. Ela também ressaltou que não houve vítimas no deslizamento. 

 

Confira a nota da Cemig: 

"A Cemig informa que um deslizamento de terra ocorrido no município de Ouro Preto, nesta quinta-feira (13/1), provocou interrupção de energia aos clientes atendidos pelo circuito atingido. A companhia registrou o início da ocorrência às 9h44 de hoje e, imediatamente, passou a atuar para providenciar a segurança da população, eliminando qualquer risco de choque elétrico no local.

A empresa destaca que grande parte dos clientes do circuito afetado já foi religada. A previsão é de que a situação seja normalizada aos clientes do circuito de maneira gradual ao longo da tarde de hoje, permanecendo desligado apenas o trecho onde a rede foi destruída, até que os reparos definitivos possam ser realizados pela companhia, uma vez que o local ainda não pode ser acessado."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade