UAI
Publicidade

Estado de Minas RIO SÃO JOÃO

Bombeiros resgatam famílias ilhadas e distribuem alimentos e remédios

Rio São João transbordou na zona rural de Conceição do Pará


11/01/2022 21:12 - atualizado 11/01/2022 21:27

Corpo de Bombeiros usa helicóptero para atender famílias na zona rural de Conceição do Pará
Devido ao difícil acesso a região, os bombeiros utilizaram helicóptero para o resgate das famílias (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Pelo menos 16 pessoas ilhadas na Comunidade de São João de Cima, zona rural de Conceição do Pará, foram resgatadas, nesta terça-feira (11/1), pelo Corpo de Bombeiros. Devido ao difícil acesso, a retirada ocorreu com apoio de helicóptero.

O povoado fica às margens do Rio São João, que transbordou em algumas partes abaixo da barragem da Usina do Carioca, localizada em Pará de Minas. Até agora, foram resgatadas 69 pessoas divididas em três povoados: São João de Cima, Pontal e Bom Jardim. 

“Estão sendo trazidas para a cidade, onde vão para casa de familiares e há um abrigo instalado em uma creche municipal”, informa o tenente Paulo de Aguiar, do Corpo de Bombeiros.

Nesta terça-feira (11/1) também foi feita a distribuição de água potável, alimentos e remédios para algumas famílias que moram nestas comunidades, porém em áreas mais seguras. 

Conceição do Pará está sem água potável. Além do Rio São João, que fica mais afastado do perímetro urbano, o Rio Pará corta a região central do município. Em um trecho há o encontro dos dois rios.
 
 

Com o risco de transbordamento também do Rio Pará, devido à abertura das comportas da barragem de Carmo do Cajuru, a Defesa Civil orientou, na segunda-feira (10/1), que comerciantes e moradores da área alagável no centro da cidade deixassem os imóveis.


Evacuação


Após o alerta máximo de evacuação das regiões que ficam abaixo da barragem da Usina do Carioca devido ao risco de rompimento, forças de segurança estão se mobilizando para a retirada de moradores ribeirinhos. 

Até agora, 130 pessoas foram retiradas de suas casas, 30 de Carioca e outras 100 de Conceição do Pará e Onça do Pitangui, segundo balanço da prefeitura de Pará de Minas. 

A evacuação seguiu o plano de mancha apresentado pela empresa Tecelagem Santanense, responsável pela barragem de concreto da usina.
“Conforme o plano apresentado à Defesa Civil juntamente com o Corpo de Bombeiros todas essas famílias já foram retiradas”, informou o prefeito Elias Dinis, em vídeo publicado hoje nas redes sociais.

Ele informou que a situação ainda é de alerta devido à quantidade de chuva registrada entre segunda-feira (10/1) e hoje em Itaúna, cidade vizinha. Das 19h de ontem até às 6h de hoje choveu 68 mm.

"A previsão é que as consequências de tal volume de chuva atinjam a região na noite de hoje", consta em um comunicado emitido pela empresa Santanense.

Na nota, ela também informou que o local permanece estável e sem rompimento, porém a situação é de alerta em decorrência desta chuva.

*Amanda Quintiliano especial para o EM
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade