UAI
Publicidade

Estado de Minas GREVE

Lojistas acusam motoristas de não cumprirem acordo da frota mínima em BH

Um procedimento administrativo em caráter de urgência foi instaurado pelo Ministério Público do Trabalho contra o sindicato dos rodoviários


02/12/2021 18:20 - atualizado 02/12/2021 18:45

ônibus em BH durante o dia de greve
CDL-BH afirma que sindicato dos motoristas não cumpriram acordo de circulação mínima em Belo Horizonte (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) procurou nesta quinta-feira (2/12) o Ministério Público do Trabalho para denunciar o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (STTR-BH). 
A categoria retomou a paralisação nesta madrugada. 

Os lojistas afirmam defender o direito à greve, no entanto entendem que os rodoviários não respeitaram, ao longo do dia, a circulação mínima de 60% da frota dos ônibus na capital mineira. A redução dos ônibus afetou o comércio na cidade. 

Leia também:
 Greve de motoristas: Ao menos 900 ônibus deixam de rodar em BH nesta quinta

Com isso, o Ministério Público do Trabalho informou que foi instaurado procedimento administrativo em caráter de urgência para a “devida apuração e solução do problema”. O pedido foi atendido a partir de um ofício enviado pela própria CDL-BH. 

Segundo a legislação brasileira,  o Ministério Público do Trabalho é o órgão que possui legitimidade para defender os direitos da população, caso estejam sendo violados no âmbito trabalhista. O resultado da apuração pode determinar sanções e a instauração de uma Ação Civil Pública contra quem estiver descumprindo a lei e as decisões judiciais. 
 
Quantos aos rodoviários, representantes do sindicato afirmam o repeiito a frota mínima.  "Estamos procurando respeitar sim. A orientação é que respeite os 60% acordado", defende o presidente do STTR-BH, Paulo César. 
 

* Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade