UAI
Publicidade

Estado de Minas ALTO PARANAÍBA

Jovem é morto com seis tiros no cartão postal de Patos de Minas

Jovem, de 23 anos, foi morto com seis tiros na orla da Lagoa Grande; suspeito de 19 anos está foragido


15/11/2021 11:40 - atualizado 15/11/2021 12:01

Socorristas do Samu tentaram reanimar a vítima por cerca de 40 minutos
Socorristas tentaram reanimar a vítima por cerca de 40 minutos (foto: Igor Nunes/Divulgação)
Cartão postal de Patos de Minas, a orla da Lagoa Grande, foi cenário de um homicídio na noite desse domingo (14/11). Um jovem de 23 anos foi assassinado com seis disparos de pistola. O suspeito do crime é outro jovem, de 19. A motivação seria um desentendimento ocorrido no sábado (13).
 
Militares do Corpo de Bombeiros e socorristas do Samu tentaram reanimar a vítima por cerca de 40 minutos. Apesar dos esforços, Ederson Nascimento Gomes não resistiu. Ele foi atingido no tórax, na tíbia esquerda, no dedo do pé esquerdo e nos glúteos.
 
Segundo o boletim de ocorrência, a mulher de Ederson relatou que, no sábado, o suspeito e a vítima discutiram, tendo evoluído para agressão. A motivação do atrito seria uma provocação por parte do suspeito, que teria dito que a vítima "apanharia" da esposa por ter chegado tarde em casa.
 
Minutos antes do desfecho trágico, vítima e suspeito se encontraram na Rua Roraima, Bairro Vila Rosa. Ainda conforme a esposa, o suspeito sacou uma pistola com mira laser e apontou na direção de Ederson.
 
Desesperada, a vítima correu pela Rua Roraima, sentido a Avenida Arlindo Porto, sendo perseguida pelo atirador. Instantes depois, o suspeito retornou e disse que havia matado Ederson.
 
Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, a mulher de Ederson conseguiu contato e verificou que ele estava bem. Ela pediu que ambos se encontrassem na orla da Lagoa Grande. Durante o percurso, a mulher foi novamente abordada pelo suspeito. Com ameaças de morte, ele a seguiu até a orla.
 
Já na Lagoa Grande, o atirador disse a Ederson: "Você gostou de me bater, agora vamos acertar a diferença". Na sequência, efetuou seis disparos e fugiu na direção do Galpão do Produtor.
 
A perícia recolheu seis cápsulas deflagradas na orla da Lagoa Grande. Já na Rua Roraima, foram encontrados três cartuchos. Todos eram de calibre 9mm.
 
Os policiais foram até a residência de um casal conhecido do suspeito. Quando chegaram, ouviram o barulho de alguém pulando o muro. Em um dos quartos foi encontrada uma munição calibre 22. O morador negou a propriedade, sendo preso por posse ilegal.
 
O celular da vítima e outros quatro aparelhos, de testemunhas, foram recolhidos para perícia. Uma motocicleta furtada, em setembro, foi encontrada na casa da namorada do suspeito.
 
Até o fechamento desta edição, o suspeito do homicídio continuava foragido. O delegado de crimes contra a vida, Luís Mauro Sampaio, já iniciou as investigações. O próximo passo será coletar imagens de câmeras de segurança.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade