UAI
Publicidade

Estado de Minas OLHO NO CÉU!

Temporais em Minas terão granizo e junção com ciclone que derruba até poste

Mineiros especialmente das regiões do Triângulo e Alto Paranaíba devem ficar atentos: alerta para chuva forte, granizo e ventos que 'derrubam até poste'


18/10/2021 17:57 - atualizado 18/10/2021 18:54

Árvores caídas no chão em Uberlândia após chuva forte
Em 2000, temporal derrubou árvores em Uberlândia (foto: Valter de Paula/Estado de Minas/Sucursal Triângulo - 06/09/2000)
O mineiro deve ficar atento! Especialmente quem mora nas regiões do Triângulo e Alto Paranaíba. Ao menos é o que reforça a meteorologia, que prevê tempestades nos próximos dias com uma formação com ciclone e anticiclone que pode resultar em granizo, chuva intensa e "ventos que derrubam até poste".
 
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), inclusive, emitiu alertas para mais de 300 cidades mineiras que incluem tempestades, vendavais e chuva de granizo em várias regiões. Mas especificamente no Triângulo e no Alto Paranaíba "a coisa vai complicar", como define a climatologista Wanda Prata.
 
Tudo isso porque um "cavado de ondas curtas" vai se formar com uma força grande. Mas o que é um cavado de ondas curtas? "Cavado significa a junção entre metades de um ciclone e de um anticiclone. Ondas curtas, por sua vez, armazenam grande quantidade de íons eletromagnéticos solar, que provocam descargas elétricas", explica a estudiosa.
 

Ventos que derrubam postes

 
Pela característica do cavado, são três alertas para as regiões citadas: chuvas intensas, chuvas de granizo e vento de sela. "O vento de sela são fortes ventos que vêm de cima para baixo e depois sobem novamente. Eles derrubam até postes", diz Wanda Prata.
 
O tal cavado de ondas curtas estará inclinado, segundo a climatologista, o que faz com que tenha uma força maior porque recebe influência de baixa pressão do litoral. “O envio de água do oceano para o continente é muito grande. Então nós (no Triângulo) estamos em alerta para riscos de temporais com ventos fortes, granizo e chuvas significativas”, destaca Wanda.

Ainda de acordo com Wanda Prata, o estado de alerta no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba é devido à aproximação na região de uma nova zona de convergência de umidade que vem acoplada ao chamado cavado de ondas curtas, novamente do modelo ômega. “Isso que traz os ventos fortes e a chuvarada”, explica.
 

Alerta até amanhã 

 
Além da climatologista, um novo alerta de tempestades foi emitido pelo Inmet para hoje e amanhã na região, sendo que o aviso começou a valer às 9h45 de hoje e está previsto para terminar às 12h de amanhã.
 
Conforme o alerta do Inmet, estão previstas chuvas entre 30 e 60 milímetros em uma única hora ou 100 milímetros em um dia. Além disso, são esperadas rajadas de vento acima de 60 km/h e queda de granizo.
 
Com relação a umidade do ar, a tendência é que a variação fique entre 30% e 100%.
 
Já as temperaturas devem ficar entre 14°C e 33°C.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade