UAI
Publicidade

Estado de Minas ALTO PARANAÍBA

Prefeitura anuncia várias mudanças na saúde pública de Patos de Minas

Principal unidade que atendia pelo SUS, Hospital São Lucas fechará as portas; prefeitura anunciou as alterações que serão feitas a partir de segunda (18)


15/10/2021 18:47 - atualizado 15/10/2021 19:09

Coletiva do prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão, e da secretária de Saúde, Ana Carolina Caixeta
Luís Eduardo Falcão, prefeito de Patos de Minas, e Ana Carolina Caixeta, Secretária Municipal de Saúde (foto: Igor Nunes)
O Hospital São Lucas, em Patos de Minas, Alto Paranaíba, principal unidade de saúde qua atende pelo SUS (Sistema Único de Saúde) na cidade,  encerrará suas atividades a partir da próxima segunda-feira (18), como estava programado .

A direção do hospital havia dado um prazo de 120 dias para o município se adaptar, a prefeitura tentou prorrogar o prazo para mais 60 dias, mas não conseguiu.

LEIA TAMBÉM:  Boate libera entrada para incentivar vacinação contra COVID em Patos de Minas
 
Diante da situação, o prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (Podemos), e a secretária municipal de Saúde, Ana Carolina Magalhães, convocaram a imprensa e anunciaram várias mudanças no fluxo de atendimento da saúde pública.
 
Confira a seguir o resumo das mudanças:
 
  • Ortopedia: será transferida para a Santa Casa em breve. O objetivo será desafogar a UPA. A mudança ocorrerá nos próximos dias;
  • COVID-19: as síndromes respiratórias continuarão na Santa Casa. Existe um espaço separado para garantir a segurança dos demais pacientes;
  • Obstetrícia de baixo risco: o pronto-atendimento para gestantes ocorrerá na Santa Casa de Misericórdia;
  • Obstetrícia de risco: as gestantes serão atendidas pelo Hospital Regional Antônio Dias (HRAD);
  • Partos: serão feitos em hospitais particulares através de convênio com o CISALP (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Paranaíba);
  • Oncologia: a Clínica AZ do Noroeste continuará funcionando através de contrato com a prefeitura. A internação ocorrerá na Santa Casa.
 

Agendamento de consultas via Secretaria Municipal de Saúde

Outro fluxo que será redirecionado é a forma de agendamento de consultas da Secretaria Municipal de Saúde. A partir da próxima segunda-feira, as USFs (Unidade de Saúde da Família) utilizarão sistema informatizado para lançar as necessidades detalhadas de cada paciente e de suas consultas. Os dados serão encaminhados para a Central de Marcação (criada pela Secretaria de Saúde), onde profissionais reguladores irão avaliar as prioridades, agendando as consultas de acordo com a gravidade dos pacientes e não mais pelo sistema de cotas por equipe.
 

Cirurgias e demandas de exames

Também a partir de segunda-feira, a população que necessitar de atendimento dos setores de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e Alta Complexidade deverá dirigir-se à USF de referência.
 
Para informações sobre cirurgias ou exames e sobre o transporte intermunicipal para tratamento fora de Patos de Minas, os pedidos serão realizados pelas USFs, e os pacientes terão o retorno em até 24 horas, podendo ser requisitado também on-line, por meio do Aprova Digital ( patosdeminas.prefeituras.net ).
 

Santa Casa de Misericórdia

A Santa Casa de Misericórdia funciona no prédio do antigo Centro Clínico Universitário e conta com cerca de 30 leitos de UTI e enfermaria. No local, no auge da pandemia, funcionou o hospital de campanha.
 
A inauguração do hospital foi em 7 de agosto. O governo estadual destinou cerca de R$ 10,7 milhões para aquisição de equipamentos. A prefeitura também aplicou recursos públicos, sobretudo para manter os funcionários.
 
A Associação Beneficente Dr. Paulo Borges é a mantenedora do hospital e a promessa, inclusive do prefeito, é que ele atenda, nos primeiros anos, exclusivamente pelo SUS.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade