Publicidade

Estado de Minas LUTO

Empresário Alberto Carlos de Freitas Ramos morre de COVID-19, em BH

Vítima de complicações da doença, ele foi responsável pelo loteamento do Vale do Sereno e era conselheiro do Clube Atlético Mineiro


29/04/2021 18:01 - atualizado 29/04/2021 18:47

Alberto Ramos também foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Cordisburgo(foto: Arquivo de família)
Alberto Ramos também foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Cordisburgo (foto: Arquivo de família)
 
O empresário Alberto Carlos de Freitas Ramos morreu nesta quinta-feira (29/4), vítima de complicações da COVID-19, em Belo Horizonte. Aos 86 anos, ele era conselheiro do Clube Atlético Mineiro, diretor-executivo do Automóvel Clube de BH e já ocupou diversos cargos de diretoria em empresas de Minas Gerais. 
 
 
Além de empresário, Alberto Ramos também era fazendeiro e deixou um legado para seus quatro filhos e cinco netos, pois atuava nas áreas de pecuária, setor industrial, bancário e investimentos. 

Formado em 1969 em agrimensura e edificação pela Escola de Agrimensura Álvaro Silveira de Belo Horizonte, atual Feamig, ele foi responsável pelo loteamento do Vale do Sereno, bairro de luxo de Nova Lima, Região Metropolitana de BH.

Ao longo das quase nove décadas vividas, ele ocupou o cargo de diretor-financeiro da Fundação Hilton Rocha, conselheiro e diretor da Faculdade de Engenharia e Agrimensura (Feamig) e, em 1960, adquiriu o Banco Comércio Varejista S/A.

Também foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Cordisburgo, na Região Central de Minas, e estava à frente da Pescatti Indústria, com sede no mesmo município. 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade