UAI
Publicidade

Estado de Minas ESTUDANTE ASSASSINADA

Localizada suposta arma de homicídio doloso com erro na execução

O suspeito de matar a namorada por engano foi preso no dia 9 de setembro em casa de Fortaleza e continua detido no presídio de Frutal


29/09/2021 19:45 - atualizado 29/09/2021 20:10

O revólver calibre 38 foi apreendido com seis munições, sendo cinco intactas e uma deflagrada
O revólver calibre 38 foi apreendido com seis munições, sendo cinco intactas e uma deflagrada (foto: PCMG/Divulgação e Reprodução/Redes sociais)
Em um bar do distrito de Aparecida de Minas, que pertence a Frutal, a Polícia Civil desta cidade localizou e apreendeu nesta terça-feira (28/9) a suposta arma - um revólver calibre 38 - do  homicídio doloso com erro na execução da estudante de direito, Yasmin Martins Videira , de 20 anos.
 
O crime aconteceu no dia 15 de agosto deste ano em frente a uma casa de festas de Frutal e o suspeito, de 24 anos, foi preso pela Polícia Civil de Minas Gerais, em parceria com a Polícia Civil do Ceará, no último dia 9 em uma casa do bairro Vila Peri, em Fortaleza, Ceará. 
 
Segundo o delegado responsável pelo caso, Murilo Antonini, no distrito de Aparecida de Minas, conhecido como “Cisco”, também foram encontradas munições (cinco intactas e uma deflagrada) que se assemelham ao calibre da mesma arma que foi apreendida. O material foi encaminhado para a perícia criminal da PC, que vai elaborar laudo para encaminhar à Justiça.
 
“Todas as diligências (em Aparecida de Minas) foram acompanhadas pelo advogado do indiciado. Uma parente do indiciado que estaria no local do crime e que saberia dizer onde a arma estava escondida foi quem indicou um cômodo e, dentro de uma caixa de madeira, enrolada numa sacola, estava a arma de fogo”, contou o delegado responsável pelo caso.
 

Mais investigações 

 
Ainda segundo Antonini, a partir de agora, as diligências vão continuar e elas se tratam de uma investigação complementar referente à apuração deste homicídio.
 
No dia do crime, conforme o delegado, a jovem tentou separar o namorado de uma briga com um homem, quando acabou atingida por uma bala na nuca. 
 
As investigações apontaram que o tiro teria sido acidental.
 
Imagens de câmeras de segurança em frente à casa de festas de Frutal mostraram que, antes da vítima ser baleada, houve uma discussão entre os dois homens.
 
De acordo com registro da ocorrência da Polícia Militar, na época do crime, o atrito entre eles teria se iniciado momentos antes do tiro, em uma loja de conveniência, sendo que a vítima também estava neste estabelecimento. Em seguida, os três envolvidos no crime foram para a casa de festas.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade