UAI
Publicidade

Estado de Minas Crimes de morte

MG: Polícia Civil esclarece um latrocínio e três homicídios no mesmo dia

Crimes ocorreram no Alto Paranaíba, Sul de Minas e Vale do Jequitinhonha


29/09/2021 16:58 - atualizado 29/09/2021 19:55

Policiais de Patos de Minas esclareceram homicídio ocorrido em Lagoa Formosa, onde idoso foi vítima de latrocínio
Policiais de Patos de Minas esclareceram homicídio ocorrido em Lagoa Formosa, onde idoso foi vítima de latrocínio (foto: PCMG)


Esta quarta-feira (29/9) foi de esclarecimentos de crimes de morte para a Polícia Civil. Foram presos suspeitos de autoria de um latrocínio, em Lagoa Formosa, no Alto Paranaíba; e três homicídios, em Capetinga, no Sul de Minas; Ibiá, no Alto Paranaíba; e Rubim, no Vale do Jequitinhonha.

 


Um crime de latrocínio, cometido em Lagoa Formosa, no Alto Paranaíba, quando um homem de 69 anos foi brutalmente assassinado, está próximo de ser solucionado pela Polícia Civil de Patos de Minas, que prendeu, nesta quarta-feira (29/9), com o cumprimento do mandado de prisão, um suspeito de 30 anos. A prisão ocorreu naquela cidade. Outros três suspeitos já estavam presos.


Segundo as investigações, a vítima foi morta em sua casa e os ladrões queriam roubar o dinheiro dela. A grana era proveniente da venda de um imóvel. Além das prisões efetuadas, a polícia trabalha na localização de mais uma pessoa que teria envolvimento no caso.

Capetinga


Um homem de 38 anos é suspeito de cometer um homicídio em Capetinga, no Sul de Minas, de um homem, que estava desaparecido desde 15 de agosto. O suspeito foi preso em virtude de um mandado de prisão temporária requerido pela Polícia Civil.


As investigações, conduzidas pela Delegacia de Cássia, tiveram início depois que o homem desapareceu. A queixa foi feita por parentes da vítima, cujo corpo foi localizado em 12 de setembro, já em adiantado estado de decomposição, numa mata próxima da cidade.


Nas diligências realizadas pelos policiais, que tentavam descobrir as circunstâncias do crime, foram ouvidas testemunhas e conseguidas imagens de câmeras de segurança.


Com essas imagens, os policiais conseguiram identificar o suspeito, que ao ser preso, deu duas versões para as questões que lhe foram impostas. Ao cair em contradição, acabou se denunciando. Ele foi encaminhado ao sistema prisional.


Ibiá


Durante a realização da Operação Tolerância Zero, a Polícia Civil de Ibiá, no Alto Paranaíba, prendeu, ao cumprir um mandado de prisão, um homem de 48 anos, suspeito de cometer um homicídio.


Na época, o crime chocou a cidade. A vítima seria usuária de drogas e foi alvejada com disparos de arma de fogo dentro de uma residência, no Bairro Dona Maroca. A motivação do homicídio teria sido uma divergência ocorrida durante o uso de entorpecentes. O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional.


Rubim


Um homem, suspeito de ter cometido um assassinato em Rubim, no Vale do Jequitinhonha, foi preso por policiais da Delegacia de Almenara. Ele teria ateado fogo na casa de um suposto rival, que estaria se encontrando com sua ex-mulher.


Segundo a apuração policial, o suspeito estaria insatisfeito com o encontro da ex-esposa com a vítima e acabou ateando fogo propositalmente no imóvel em que os dois estavam. A vítima não conseguiu fugir da residência e morreu queimada. A mulher escapou. O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional.



 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade