UAI
Publicidade

Estado de Minas CONCURSO

Araxá vai sediar concurso internacional de queijos em novembro

Mais de 800 queijos de 14 países devem concorrer, divididos em categorias; inscrições vão até o dia 10 de outubro


21/09/2021 18:51 - atualizado 21/09/2021 19:14

Para participar, é necessário fazer a inscrição até o dia 10 de outubro pelo site do evento
Para participar, é necessário fazer a inscrição até o dia 10 de outubro pelo site do evento (foto: Gil Leonardi/Imprensa MG)
Minas Gerais será sede do concurso internacional de queijos, que integra a programação da ExpoQueijo Brasil - International Cheese. O evento será realizado em Araxá, na região do Triângulo Mineiro de 4 a 7 de novembro.
 
Mais de 800 queijos de 14 países devem concorrer e serão julgados por especialistas nacionais e internacionais. As categorias variam de acordo com a origem do leite, seja ele de vaca, búfala, cabra e ovelha, além das diversas tecnologias queijeiras. 
 
De acordo com a organizadora do evento, Maricell Hussein, "o concurso colabora para melhorar as características sensoriais e premia, em cada categoria, o concorrente que apresentar os melhores resultados em função dos vários atributos avaliados por especialistas de reconhecimento internacional".
 
Para participar, é necessário fazer a inscrição até o dia 10 de outubro pelo  site do evento  e preencher a ficha disponibilizada com os detalhes do produto. Além disso, é preciso pagar uma taxa de R$ 50, que permite ao produtor inscrever seus produtos em até três categorias. Segundo a organização, quem antecipar o pagamento terá descontos.
 
O produtor precisa estar em dia com os registros dos Serviços de Inspeção Municipal (SIM), Estadual (SIE), Federal (SIF) e Sisbi (equivalência) ou Selo Arte, para produtos artesanais.

Queijos internacionais seguirão normas pré-determinadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Todas as regras podem ser encontradas no site.
 
"O formulário é altamente intuitivo e, por meio das informações repassadas, o próprio site já vai inserir o queijo na categoria adequada", explica Élvio Rocha, organizador do concurso.

Equipe de Jurados

Os jurados do concurso são participantes da Organização Nacional de Provadores de Queijo (Onaf), que tem sede na Itália e é reconhecida internacionalmente pela formação de provadores por meio de um método cientifico. A Onaf é referência mundial no trabalho de valorização dos queijos e preservação do sabor.
 
Rocha ressalta que "cada equipe de julgamento terá três membros e contará com, ao menos, um jurado técnico. Todos passarão por um treinamento ministrado pela Onaf, com três etapas. Este treinamento tem o objetivo de atualizar e treinar todos os envolvidos".

A Expoqueijo Brasil - International Cheese

A exposição será realizada no Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá e terá 200 estandes para os produtos e patrocinadores, praça de alimentação com restaurantes e food trucks, área para apresentações culturais, oficinas e treinamento, além de espaço kids.

A estrutura espera receber 50 mil visitantes, além de expositores de todo o mundo e de todas as cadeias produtivas de queijo. 
 
Já no hotel, serão disponibilizadas salas para palestras e cursos, área específica para imprensa especializada, salões para o Concurso Internacional do Queijo e para o jantar de premiação dos produtores, autoridades convidadas e compradores de queijo.

O queijo mineiro

Minas Gerais é conhecida pela produção de queijo artesanal, e é um dos produtos agropecuários de maior destaque, seja pelo valor econômico, social, histórico, cultural, tradicional e alimentar. O queijo mineiro gera renda para aproximadamente 30 mil famílias de todo o estado, que, juntas, produzem cerca de 85 mil toneladas de queijo anualmente.
 
Em 2002, o modo de fazer o queijo da região do Serro foi o primeiro bem a ser registrado como Patrimônio Cultural Imaterial de Minas Gerais. Em 2008, o queijo da região da Canastra foi registrado como Patrimônio Cultural e Imaterial Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
 
Atualmente, Minas possui oito regiões produtoras do Queijo Minas Artesanal (QMA), principal variedade produzida, sendo elas: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serras da Ibitipoca, Serra do Salitre, Serro e Triângulo Mineiro.

Concurso internacional "Mondial du Fromage et des Produits Laitiers"

Produtores de queijo mineiros conquistaram 40 medalhas em um concurso internacional em setembro deste ano, recebendo quatro medalhas Super Ouro, as mais importantes da premiação. 
 
 
*Estagiária sob supervisão do editor Álvaro Duarte


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade