UAI
Publicidade

Estado de Minas TORTURA

Homem é suspeito de espancar menino de 1 ano

Testemunhas disseram ter flagrado jovem de 21 anos batendo a cabeça da criança no chão. Menino foi levado para o hospital com lesões na cabeça e nos olhos


21/09/2021 11:24 - atualizado 21/09/2021 16:25

O bebê foi transferido ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, no Centro de Caratinga
O bebê foi transferido ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, no Centro de Caratinga (foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Um homem de 21 anos foi preso nessa segunda-feira (20/9), depois de ser flagrado agredindo um menino de 1 ano, enteado do irmão dele, em Caratinga, no Leste de Minas Gerais. A criança sofreu várias lesões na cabeça e as agressões são não continuaram porque o homem foi contido por vizinhos. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mãe do bebê se mudou para a casa do companheiro, que já morava com o irmão. Ontem, o casal saiu e deixou o rapaz tomando conta do menino. 

“Testemunhas disseram aos militares que ouviram batidas fortes nas paredes da casa, em seguida o choro do menino, quando chegaram no portão e viram o autor batendo a cabeça da criança no chão. Várias pessoas entraram na casa e empurraram o infrator, depois pegaram o menor e levaram para o Posto de Saúde”, explica a Polícia Militar de Caratinga. 

Essas testemunhas disseram que o jovem ainda tentou agredir as pessoas que intervieram e elas revidaram. Esse grupo saiu do local antes da chegada da PM na casa. 

O agressor ainda estava no imóvel quando a PM chegou. O homem sangrava muito e disse à polícia que viu o menino comendo um alimento estragado e deu dois tapas nele. Foi quando populares entraram no imóvel, pegaram a criança e o agrediram, segundo ele. 

Depois de passar pelo posto de saúde da Praça Marta Carli, no Bairro Santa Cruz, o bebê foi transferido ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Ele tinha várias lesões na cabeça e olhos. De acordo com a polícia, ele teria que passar por raio-x, ressonância magnética e outros exames para detectar a extensão das lesões.

“O Conselho Tutelar foi acionado e a informação repassada pelo órgão é que a família era acompanhada, e que a mãe seria negligente nos cuidados com a criança, que foi entregue aos cuidados do pai. O autor foi preso e encaminhado à delegacia”, informou a PM.

Na ocorrência, ele foi enquadrado por suspeita de tortura e lesão corporal. Ele também precisou ser hospitalizado e recebeu uma sutura na cabeça.
 

Polícia Civil responde 


"Sobre os fatos registrados ontem (21), em Caratinga, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) ratificou a prisão em flagrante do suspeito pelo crime de tortura. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. Um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do caso. A investigação segue em andamento na 2ª Delegacia Regional do município." 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade