UAI
Publicidade

Estado de Minas 'ESTRATÉGIA DE GUERRA'

Na pior seca em 91 anos, Uberaba decide fechar todos os reservatórios

Cidade do Triângulo Mineiro aumentou o consumo de água nos últimos dias e possui uma taxa 26% superior à média no Brasil


20/09/2021 21:08 - atualizado 20/09/2021 21:27

Barragem de captação da Codau no Rio Uberaba
Barragem de captação da Codau no Rio Uberaba (foto: Codau Uberaba/Divulgação)
Na  pior seca dos últimos 91 anos , Uberaba decidiu fechar todos os 11 reservatórios da cidade, a partir desta semana, de segunda a sexta. A ação tem como objetivo fazer com que os níveis sejam restabelecidos com maior velocidade.
 
 
“O horário é escolhido para evitar os picos de consumo durante o dia e diminuir o tempo de intermitência. Os reservatórios são reabertos e fechados para recuperação de nível ao mesmo tempo", explica o presidente da Codau, José Waldir de Sousa Filho
 
"Com esta programação traçamos o objetivo de reduzir o tempo de intermitência no máximo possível”, complementa. 
 
O fechamento durante o horário de pico em Uberaba dos 11 centros de Reservação começou na última sexta-feira (17/9), entre 7h e 17h, sendo que no domingo (19/9), aconteceu esse mesmo planejamento.
 
Isso porque o Rio Uberaba reduziu a vazão em 16% no fim de semana, comprometendo o abastecimento da cidade.
 
Antes disso, a Codau vinha mantendo o planejamento de fechamento dos centros de Reservação apenas nas madrugadas, inicialmente com 5 horas e depois com 7 horas/noite, intercalando pelo menos duas vezes na semana para cada um dos 11 reservatórios.
 
Pior seca dos últimos 91 anos
 
O presidente da Codau Uberaba faz questão de frisar que os moradores da cidade devem se conscientizar que é preciso economizar em todas as tarefas que demandam muito gasto de água e não são consideradas essenciais.
 
“A seca é um evento crítico, a pior dos últimos 91 anos, e uma estratégia de guerra desta natureza deve ser assumida por todos”, alerta.
 
Maior consumo
 
Ainda conforme a Codau, atualmente, o consumo de água em Uberaba aumentou e está próximo a 200 litros/habitante/dia.
 
Com relação ao consumo acumulado de maio a agosto deste ano em Uberaba, o aumento foi de 23%, sendo que este índice está 26% acima do consumo per capita do Brasil, que é de 158 l/hab./dia.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade