UAI
Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA CONTRA ANIMAL

Homem é preso suspeito de matar cachorro com um chute em Ipatinga

O rapaz, de 19 anos, admitiu que matou o cãozinho, mas alegou que foi atacado anteriormente e tentou se defender; dono do cachorro também é detido por ameaça


20/09/2021 17:22 - atualizado 20/09/2021 17:49


O desentendimento entre os donos dos cães aconteceu neste bairro, a Vila Celeste, em Ipatinga
O desentendimento entre os donos dos cães aconteceu neste bairro, a Vila Celeste, em Ipatinga (foto: Reprodução/Google Street View)
 
Um jovem de 19 anos foi preso em Ipatinga  suspeito de ter matado um cachorro , na Rua Maitaca, no bairro Vila Celeste. Segundo a Polícia Militar, o animal foi morto com chutes. O caso ocorreu no sábado (18/9), mas só foi divulgado pelas autoridades nesta segunda (20/9). 
 
Os policiais chegaram até o homem após denúncia de que teria ocorrido uma briga em um bar, na qual os envolvidos estariam armados: um com uma faca e o outro com uma foice. As viaturas policiais foram ao estabelecimento e ouviram o relato de um dos homens, de 36 anos, que disse ter vários cães em casa.
 
Ele contou que o homem suspeito de matar o cachorro passou em frente à casa dele com um cachorro de grande porte. Um dos cachorros dele, então, começou a latir e, na sequência, o homem começou a atiçar o cão dele para morder um de seus animais, de pequeno porte. Os envolvidos começaram a brigar, quando o autor atingiu o cão com um chute, o que provocou a morte do animal.
 
O suspeito, por sua vez, informou aos policiais que havia dado banho no cachorro e saiu com ele para passear. Quando passou na frente da casa da vítima, vários cachorros saíram do imóvel e começaram a latir. Ele contou ainda que conseguiu espantar alguns cães, mas eles teriam chegado a morder o peito e as patas traseiras do seu animal.
 
Com medo de ser mordido, disse que chutou um dos cães, que acabou morrendo. Contou também que o dono do cachorro morto com o chute entrou em casa e saiu com uma foice para, em seguida, começar a ameaçá-lo.
 
Uma equipe da Polícia Ambiental foi acionada e lavrou o auto de infração relativo ao crime contra o animal. Os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil. O homem suspeito de matar o cachorro foi preso por maus-tratos. E o indivíduo de 36 anos, preso por ameaça.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade