UAI
Publicidade

Estado de Minas IMUNIZAÇÃO

COVID: Varginha aplica dose de reforço em idosos nesta quinta (16/9)

Os idosos que estão aptos a receber a dose de reforço são aqueles que tem mais de 60 anos e que já tomaram as duas doses do imunizante há mais de seis meses.


16/09/2021 15:12 - atualizado 16/09/2021 20:35

A dose começa a ser aplicada nesta quinta-feira (16/9) a partir das 15h em asilo da cidade.
A dose começa a ser aplicada nesta quinta-feira (16/9) a partir das 15h em asilo da cidade. (foto: Luiz Pessoa/SEI)
 
A Prefeitura de Varginha, no Sul de Minas, começa nesta terça-feira (16/9) a aplicação da dose de reforço nos idosos da cidade. Recebem os imunizantes os idosos do Lar São Vicente de Paula, a partir das 15h. 
 
Segundo a administração, a dose de reforço está inicialmente programada para os maiores de 60 anos de idade, que já receberam há mais de seis meses a 1ª e a 2ª aplicação da vacina contra a COVID-19. 
 
Por meio de nota oficial divulgada pelas redes sociais, o Poder Executivo do município também repassou que outras instituições que recebem idosos e asilos particulares vão receber as doses de reforço primeiro. 
 
“Nesse momento, Varginha tem idosos que já completaram os seis meses da vacina Coronavac. A dose de reforço será a Pfizer”, informa a prefeitura. 
 
Para que a campanha continue, o município aguarda que o Ministério da Saúde encaminhe novas doses para que elas sejam aplicadas em imunossuprimidos e pessoas com comorbidades.
 
O último grupo a ser imunizado na cidade do Sul de Minas foi o público de 18 anos ou mais, que recebeu o imunizante na quarta-feira (15/9). 
 
Não há previsão para aplicação da 1ª dose nos adolescentes entre 12 a 17 anos na cidade ainda. 

Em entrevista à reportagem, o superintendente do gabinete especial de combate à COVID-19 e médico infectologista, Luiz Carlos Coelho, explica que esse início da campanha da dose de reforço é muito importante para a saúde pública de Varginha. 

“É muito importante para nós, técnicos da saúde pública, viabilizar para nossos idosos uma dose de reforço da vacina contra a COVID-19. Inicialmente elegemos os idosos asilados para início dessa fase da campanha, pela prioridade social e clínico-epidemiológica”, explica o superintendente. 

Ele comenta que essa nova etapa causará um impacto extremamente positivo e que ao passo da imunização aumentando, é inegável que o impacto será satisfatório. 

“Posteriormente, os demais idosos com elegibilidade, receberão o reforço em etapas por idade”, afirma o infectologista.
 
Varginha já aplicou mais de 137.281 vacinas em sua população, sendo 96.011 da 1ª dose e 38.655, com a segunda – a dose única da Janssen chegou a 2.615 pessoas. 
 

Nota da Prefeitura de Varginha

 
“Comunicamos a todos que o faremos o início da aplicação da dose de reforço no Lar São Vicente de Paula às 15h.
 
A dose de reforço está inicialmente proposta para idosos maiores de 60 anos de idade que receberam há mais de seis meses as suas primeiras e segundas doses.
 
Nesse momento Varginha tem idosos que já completaram os seis meses da vacina CoronaVac. A dose de reforço será Pfizer.
 
Em Varginha além do Lar São Vicente de Paula, também existem outros asilos particulares para receberem as doses de reforço.
 
Posteriormente será aguardado que o Ministério da Saúde encaminhe quantitativos correspondentes aos idosos e imunossuprimidos que estão aptos a receber a dose de reforço”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade