Publicidade

Estado de Minas APÓS MAIS DE 20 MESES

UFV vai retornar atividades presenciais apenas em 2022; veja datas

A previsão é de que as atividades sejam retomadas na Universidade Federal de Viçosa (UFV) após o recesso do fim do ano, no dia 24 de janeiro


14/09/2021 19:37 - atualizado 15/09/2021 17:27


Aulas presenciais estavam suspensas desde o dia 21 de março de 2020(foto: Divulgação/UFV)
Aulas presenciais estavam suspensas desde o dia 21 de março de 2020 (foto: Divulgação/UFV)
 
 
Em atividade remota desde o dia 21 de março de 2020, a Universidade Federal de Viçosa (UFV) informou uma previsão de retorno para as aulas presenciais. A decisão foi tomada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), que aprovou nesta terça-feira (14) as datas de início e término do segundo período letivo de 2021. 
 
De acordo com a deliberação do Cepe, as atividades de 2021/2 serão iniciadas no dia 22 de novembro de maneira remota e, após o recesso do fim do ano, poderão ser retomadas de maneira presencial. O indicativo é que a retomada das atividades presenciais dos cursos de graduação dos campi Viçosa, Florestal e Rio Paranaíba da Universidade seja feita no dia 24 de janeiro de 2022. 
 
“Os detalhes estão sendo definidos: eles comporão a pauta da próxima reunião do Conselho, prevista para outubro, e serão divulgados posteriormente pela Secretaria de Órgãos Colegiados por meio das resoluções e dos calendários escolares específicos”, informa a UFV. 
 
Confira as datas que já foram definidas até o momento
 
Período letivo 2021/2
- Início: 22 de novembro de 2021 (de maneira remota)
- Recesso escolar: entre 23 de dezembro de 2021 e 23 de janeiro de 2022
- Retomada: 24 de janeiro de 2022 (indicativo de retomada presencial)
- Término: 2 de abril de 2022
 
Período letivo 2022/1
- Início: 2 de maio de 2022
- Término: 6 de agosto de 2022
 
Período letivo 2022/2
- Início: 5 de setembro de 2022
- Término: 17 de dezembro de 2022
 

Retomada das atividades

 
Em 14 de março de 2020, a Administração da UFV, tendo em vista a rápida expansão dos casos de COVID-19 em todo o Brasil, decidiu, por indicação do Comitê Operativo de Emergência, suspender as atividades acadêmicas nos três campi por tempo indeterminado. No dia 21 do mesmo mês, a universidade decidiu adotar o regime de jornada em trabalho remoto para todos os servidores.
 
Dois meses após a suspensão, a UFV foi uma das primeiras instituições federais de Ensino Superior a oferecer remotamente disciplinas no ensino técnico, na graduação e na pós-graduação, por meio de Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação. 
 
Em junho deste ano, o Comitê Pós-Pandemia deliberou pela continuidade do processo de retomada gradual das atividades presenciais nos três campi da UFV, com a viabilização do retorno das atividades administrativas presenciais, nos termos da legislação em vigor, desde que constatadas as condições sanitárias e de atendimento de saúde pública. 
 
A universidade ainda afirmou que nem foi considerada a possibilidade de retorno presencial ainda neste ano, já que o primeiro semestre letivo de 2021 termina na primeira semana de novembro e há a necessidade de intervalo para o começo do segundo, previsto para dia 22 do mesmo mês.
 
Segundo a unidade de ensino, não seria exequível começar o semestre com atividades presenciais ainda neste ano, já que, ainda de acordo com a UFV, a maioria dos alunos são de estados diversos espalhados pelo Brasil e não seria justo em função do recesso do final de ano.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade