Publicidade

Estado de Minas CONFIRA AS INFORMAÇÕES

Veja onde adolescentes serão vacinados contra COVID-19 em Divinópolis

Imunização será iniciada pelo grupo prioritário na cidade do Centro-Oeste mineiro; previsão é imunizar 3 mil pessoas


14/09/2021 19:21 - atualizado 14/09/2021 19:36

Divinópolis recebeu 4.824 doses da Pfizer e vai imunizar adolescentes de 12 a 17 anos(foto: Pablo Santos/Prefeitura de Divinópolis)
Divinópolis recebeu 4.824 doses da Pfizer e vai imunizar adolescentes de 12 a 17 anos (foto: Pablo Santos/Prefeitura de Divinópolis)

 
Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, abriu, na tarde desta terça-feira (14/9), o cadastramento para vacinar adolescentes de 12 a 17 anos, que se enquadram no grupo prioritário. A estimativa é de aproximadamente 3 mil pessoas serem imunizadas a partir de amanhã (15/9).

O município recebeu hoje 4.824 doses do imunizante Pfizer, o único com autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a imunização desta faixa etária.

Poderão ser vacinados adolescentes com deficiência permanente, comorbidades, síndrome de down, grávidas, puérperas, lactantes com filhos de até 6 meses. O cadastro pode ser feito pelo site da prefeitura (clique AQUI).

Junto com a confirmação do cadastro sairá uma auto declaração. O documento deverá ser preenchido pelos pais ou responsáveis informando a condição do adolescente. Junto com ele, deverá ser apresentado, obrigatoriamente, no ato da vacinação, um documento para comprar tal condição.

Dentre os que serão aceitos estão:

  • Carteira de passe livre;
  • Cartão de BPC;
  • Matrícula em unidade de ensino especial (exemplo Apae);
  • Receita médica.

Também devem ser apresentados o Cartão SUS, Cartão da Unidade de Saúde e a Caderneta de Vacinação. “A falta de qualquer um destes documentos, impossibilitará a vacinação”, informa a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). O órgão também pede a presença de um adulto.

“Não é necessário que seja o mesmo adulto que assinou a declaração”, esclarece a Semusa.


Fraude 


A secretaria alertou sobre o risco ao tentar burlar o sistema. Citando o artigo 299 do Código Penal, informou ser crime “omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante”.

A prestação de informação falsa em documento público tem pena de prisão de dois a cinco anos. 

A aplicação da vacina será no sistema de drive thru no Centro Administrativo, no bairro Bela Vista, e no pátio da Empresa Municipal de Obras Públicas (Emop), que fica na rua José Balbino Pereira, 171, no bairro Espírito Santo.

A previsão é de a vacinação deste público ser concluída até segunda-feira (20/9). Após o término, será iniciado o cadastramento por idade, começando pelos adolescentes de 17 anos. 

A aplicação da dose reforço ainda não tem previsão. O município afirmou que aguarda o recebimento das vacinas.


Responsabilidade do município


Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou que a remessa enviada hoje à macrorregião Oeste não contempla a idade de 12 a 17 anos. Disse que o Ministério da Saúde ainda não encaminhou os lotes para atender a este público e nem para a dose de reforço.

Os lotes recebidos hoje são para a primeira dose de adultos com 18 anos ou mais, e para a segunda doses.

“E por isso os municípios que iniciarem a vacinação terão que administrar sua disponibilidade de doses e informar para a população”, informou.

A SES-MG ainda disse que a forma de operacionalizar a campanha de vacinação, bem como de traçar estratégias que contemplem grupos prioritários, são responsabilidades dos municípios, seguindo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19. 

A definição dos grupos elencados para a vacinação e os respectivos quantitativos de doses destinados para as prefeituras, segundo a SES-MG, atendem às diretrizes do Plano Nacional.  

Vacinômetro

 
Divinópolis recebeu 253.115 doses de vacinas. Ao todo, 165.401 pessoas receberam a primeira dose. Deste total, 81.641 já encerraram o ciclo vacinal com a segunda. Outras 6.073 foram imunizadas com dose única. 

*Amanda Quintiliano especial para o EM


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade