Publicidade

Estado de Minas VALE DO JEQUITINHONHA

Governo de Minas reconhece a produção de queijo Cabacinha em 4 cidades

O anúncio do reconhecimento foi feito pelo governador Romeu Zema nesta sexta-feira (10/9), em Pedra Azul, durante encontro com os pequenos produtores


10/09/2021 18:53 - atualizado 10/09/2021 19:20

Governador Romeu Zema saboreia o queijo Cabacinha durante visita a Pedra Azul(foto: Daniel Antunes/Divulgação e Gil Leonardi/Agência Minas)
Governador Romeu Zema saboreia o queijo Cabacinha durante visita a Pedra Azul (foto: Daniel Antunes/Divulgação e Gil Leonardi/Agência Minas)
As famílias produtoras de queijo Cabacinha de quatro cidades do Vale do Jequitinhonha receberam nesta sexta-feira (10/9) o reconhecimento do Governo de Minas pela produção desse queijo artesanal há décadas. Os municípios agraciados foram: Divisópolis, Ponto dos Volantes, Joaíma e Jequitinhonha. 
 
O anúncio foi feito publicamente hoje, pelo governador Romeu Zema, durante encontro no município de Pedra Azul, também no Vale do Jequitinhonha. Antes, esse reconhecimento já tinha sido oficializado através da portaria do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) de n° 2.087, publicada no Diário Oficial na quarta-feira (8/9).
 
“Os produtores do queijo Cabacinha, produto típico aqui do Vale do Jequitinhonha, sempre tiveram que trabalhar na informalidade para poder vender um produto tão bom, que já ganhou prêmios inclusive no exterior. O nosso governo, através da Emater-MG e do IMA, tem procurado dar total apoio para que esse produto venha não só a ser regularizado como valorizado também”, disse o governador.
 
Com o reconhecimento, os pequenos produtores poderão agregar valor ao seu produto, já que está comprovado o poder do comércio do queijo Cabacinha, como outros produtos típicos de Minas, como o café e a cachaça, mundialmente reconhecidos e premiados.
 
Divisópolis, Ponto dos Volantes, Joaíma e Jequitinhonha, portanto, vão se juntar a Pedra Azul, Medina, Cachoeira do Pajeú, Comercinho e Itaobim, que já tinham recebido a identificação de região produtora por meio de portaria do IMA em 2014. 
 
O governador Romeu Zema levou a boa notícia pessoalmente para os pequenos produtores(foto: Gil Leonardi/Agência Minas)
O governador Romeu Zema levou a boa notícia pessoalmente para os pequenos produtores (foto: Gil Leonardi/Agência Minas)
 
 

Produtores incentivados

 
Produtor do queijo Cabacinha em Joaíma, José Alves dos Santos, ficou feliz com a regularização. O produto dele já foi premiado em outros estados, mas ainda não havia o reconhecimento do queijo que produz dentro de Minas Gerais.

“Não posso participar dos concursos em Minas Gerais porque o queijo Cabacinha não é regulamentado. Então, hoje temos a alegria de ter Joaíma inserida como região produtora. Já são mais de dez anos de espera pela regularização”, disse o produtor.
 
José Valério, outro pequeno produtor, disse que a legalização do produto vai garantir mais dignidade aos fabricantes do queijo Cabacinha.
 
“O queijo Cabacinha remete à cultura e a tradição de uma região. A legalização deste queijo possibilitará uma melhor sustentação familiar de quem trabalha com este produto, mais dignidade, pois vamos produzir e comercializar com mais com tranquilidade”, disse.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade