UAI
Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Zema: 'Minas já está preparada para vacinar adolescentes e 3ª dose'

O governador informou que a 'Fase 2' da vacinação vai se iniciar com a faixa etária de 12 a 17 anos e a terceira dose em idosos e pessoas com comorbidades


27/08/2021 12:11 - atualizado 27/08/2021 12:28

Zema em visita nesta sexta-feira (27/8) na Escola Estadual Lafaiete Gonçalves, em Santa Luzia(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Zema em visita nesta sexta-feira (27/8) na Escola Estadual Lafaiete Gonçalves, em Santa Luzia (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
O governador de Minas, Romeu Zema (Novo), garantiu nesta sexta-feira (27/8) que a segunda fase da vacinação contra COVID-19 no estado está preparada para colocar em prática, ou seja, a que contempla imunização para adolescentes e aplicação da terceira dose. Ele chegou a projetar que a dose de reforço para aqueles que já completaram o esquema vacinal possa ser ampliada para toda população em breve.

“A secretaria de Saúde já está totalmente preparada para conduzir essa Fase 2 do processo de vacinação, que inclusive já está iniciando. Nós temos hoje em Minas Gerais, cidades que já concluíram a vacinação da população acima de 18 anos. Lembrando que nessa Fase 2 teremos adolescentes de 12 a 17 anos (primeira dose), os idosos e aqueles com comorbidades (terceira dose)”, afirmou Zema durante visita na Escola Estadual Lafaiete Gonçalves, em Santa Luzia.
 

O chefe do executivo estadual projetou a terceira dose para toda população da mesma forma que foi a aplicação das duas doses. “O Ministério da Saúde ainda não forneceu um cronograma, mas é bem provável que essa terceira dose, à medida que o tempo passe, também seja aplicada em pessoas depois de 60 anos, 50, 40, da mesma maneira que foi a fase 1”, disse. “Reforçando que essa terceira dose é aplicação de uma vacina diferente das duas primeiras porque se não, não teria um efeito adicional de imunização. Mas a nossa secretaria está totalmente preparada para estar conduzindo”, acrescentou.
 
Ele também comemorou o sucesso da campanha de imunização em todo estado. “Essa semana tivemos uma ótima notícia de que na terça-feira (24/8) tivemos um recorde de vacinação, foram 286 mil doses aplicadas em MG (em 24 horas), nunca tínhamos obtido essa marca e com certeza vamos bater mais recordes.”

Minas Gerais começará a aplicar a terceira dose da vacina da COVID-19 a partir de setembro. Inicialmente, serão contemplados com a dose de reforço idosos com mais de 80 anos e pessoas com baixa imunidade. Nessa quarta-feira (25/8), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que o Ministério da Saúde havia programado uma dose de reforço em idosos com mais de 70 anos e pessoas imunossuprimidas a partir de 15 de setembro. Será contemplado o público citado que tenha tomado a segunda dose da vacina há pelo menos seis meses. A dose administrada para ser a terceira, segundo a pasta, será a da Pfizer. 

Mãos à Obra na Escola

Com a imunização dos adolescentes de 12 a 17 anos, Zema garante que a volta às aulas presenciais acontece no melhor momento, com os números da pandemia decrescendo. Ele afirmou que com o ritmo de vacinação do estado, tudo possa voltar à normalidade sem risco de uma terceira onda da pandemia.
 
“Fico muito satisfeito de estar em um momento tão bom, com as aulas retornando, os números da pandemia caindo dia a dia. Já tem mais de 80 dias que eu vejo diariamente, faço questão de lançar numa planilha, uma redução diária no número de novos casos, no número de internações e também no número de óbitos. Com toda certeza, esse retorno às aulas é um retorno consistente, acho que não vamos ter uma terceira onda como poderíamos estar prevendo há três, quatro meses atrás devido ao processo de imunização ser avançado.”

O governador esteve na manhã desta sexta-feira (27/8) na Escola Estadual Lafaiete Gonçalves, em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte, para acompanhar o retorno e as obras de melhorias com os recursos do programa do Estado, Mãos à Obra na Escola. 

“É um prazer escutar do diretor que a escola passou por uma transformação e os alunos que estão retomando às aulas com um prédio totalmente diferente daquele que existia há cerca de 16, 17 meses quando as aulas foram suspensas”, comemora Zema. “Nosso projeto Mãos à Obra tem levado para mais de 3 mil prédios escolares no estado e que a última reivindicação, que é a reforma na quadra, também será executada. Temos recursos destinados para essa escola e tudo vai ficar completo, tudo bem conservado”, completou.

Zema relembrou as condições nas escolas estaduais. “Nós queremos que o que aconteceu aqui na escola Lafaiete Gonçalves aconteça em toda Minas Gerais e já está acontecendo, nunca no estado de Minas, tantos prédios foram reformados e vale lembrar que passamos anos assistindo os prédios somente serem desgastados, sofrerem um desgaste com o tempo. Cheguei a ter a oportunidade de presenciar salas de aulas com o teto escorado para não desabar e isso passa a pertencer ao passado”, garantiu.

Ele ressaltou que a visita de hoje na escola foi um retrato do que está sendo realizado em todo estado. “Quem é diretor sabe que além das reformas, o estado está atento à questão da merenda, que antes também não era considerada adequada, vinha um valor que não fornecia uma merenda digna e isso foi corrigido também. A verba de manutenção das escolas, de custeio também tem sido repassada para que qualquer coisa que estrague venha a ser reparada de forma bem ágil. Então para mim é uma satisfação enorme estar aqui hoje vendo essas melhorias e isso é apenas o retrato de uma escola dentro de milhares que temos no estado, esse processo está acontecendo em todas as regiões de Minas.”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade