Publicidade

Estado de Minas FÓRUM LAFAYETTE

Acusado de matar amigo por dívida de R$ 2 mil é julgado em BH

Crime ocorreu em outubro de 2019 no Bairro Jonas Veiga. Vítima e acusado teriam se desentendido por conta da venda de um veículo


26/07/2021 11:52 - atualizado 26/07/2021 12:23

Júri é realizado no Fórum Lafayette, na Região Centro-Sul de BH(foto: Robert Leal/TJMG)
Júri é realizado no Fórum Lafayette, na Região Centro-Sul de BH (foto: Robert Leal/TJMG)


Um prejuízo cuasado pela venda de um veículo teria sido o motivo para o assassinato de Vítor Hugo Santos Savini, de 34 anos, assassinado com um tiro disparado por um amigo em outubro de 2019 no Bairro Jonas Veiga, Região Leste de Belo Horizonte. O acusado é julgado nesta segunda-feira (26/7) no Quatro Tribunal do Júri no Fórum Lafayette, Região Centro-Sul de BH. 

No dia do crime, as primeiras informações davam conta de que o assassinato teria motivo passional. No entanto, de acordo com a denúncia do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) após as investigações, o crime ocorreu por um desacerto comercial. 

O acusado, Bruno Leonardo Silva, frequentava a casa de Vítor e os dois já teriam até viajado juntos, mas os amigos estavam se desentendendo por causa de uma dívida de R$ 2 mil referentes à venda de um veículo. 

“No dia do crime, câmeras de segurança da rua flagraram o acusado e uma outra pessoa descendo do carro e entrando na casa do amigo. A esposa de Vitor relatou que o réu foi à casa deles, após uma discussão por telefone, e deu um tiro na cabeça de seu marido. Ela estava em outro cômodo da casa quando ouviu o barulho, correu para ver o que tinha acontecido e encontrou o marido caído no chão, informou o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). 

No fim da manhã, o júri estava na fase de depoimento das testemunhas e ainda não havia previsão para o término. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade