Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

Polícia Civil indicia ex-secretário de esportes acusado de feminicídio

O ex-secretário de São José do Jacuri é acusado de assassinar a ex-namorada, Natália Epifânia. Ele prestou depoimento em Valadares, onde foi indiciado


22/07/2021 20:11 - atualizado 22/07/2021 20:52

Indiciado pela Polícia Civil em Valadares, Anderson foi levado para o presídio de Tarumirim(foto: Polícia Civil-ES/ Divulgação)
Indiciado pela Polícia Civil em Valadares, Anderson foi levado para o presídio de Tarumirim (foto: Polícia Civil-ES/ Divulgação)
 
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu, nesta quinta-feira (22/7), as investigações que apuraram o assassinato de Natália Epifânia de Oliveira, 23 anos, ocorrido em 11/7, em um sítio na zona rural de São Pedro do Suaçuí, Leste de Minas.
 
O suspeito de assassinar Natália é o ex-secretário municipal de Esportes da Prefeitura de São José do Jacuri, Anderson Christian de Oliveira Costa, 37, que foi preso em Vitória-ES, quando estava em um motel.

No dia da prisão (13/7), os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça da Comarca de Peçanha.
 
Anderson estava no sistema prisional de Viana-ES, mas foi recambiado para Governador Valadares nesta quinta-feira (22/7), sendo interrogado na sede da Delegacia Regional da Polícia Civil.
 
O delegado de polícia Rodrigo Nalon, que conduziu as investigações, disse que o inquérito policial foi relatado e seguirá para a Justiça.
 
“Em razão das provas levantadas durante as apurações, indiciei o suspeito pela prática de homicídio triplamente qualificado, por recurso que dificultou a defesa da vítima, por feminicídio e motivo torpe. Quanto à vítima que sofreu o tiro de raspão, o suspeito deverá responder pela tentativa de homicídio”, disse o delegado.
 
O indiciamento do ex-secretário pela tentativa de homicídio foi feito, segundo o delegado Rodrigo Nalon, por causa do disparo de arma de fogo efetuado momentos antes da execução do crime e que acertou de raspão um rapaz.

Anderson foi levado para o presídio de Tarumirim (75 quilômetros de Governador Valadares), onde ficará em quarentena. Depois vai cumprir pena no presídio de Peçanha.
 

Crime chocou São José do Jacuri

 
Natália Epifânia, a jovem assassinada, era servidora da Prefeitura Municipal de São José do Jacuri, cidade onde morava. Ele foi a uma festa, em um sítio na zona rural de São Pedro do Suaçuí, cidade localizada a 22 quilômetros de São José do Jacuri.
 
Na madrugada do domingo (11/7), na festa, ela estava ao lado de sua irmã menor de idade e de um amigo, quando o ex-secretário Anderson chegou, sacou um revólver calibre 38, e efetuou três disparos na cabeça de Natália.

Ainda acertou um tiro de raspão na mão do rapaz que estava com Natália.
 
A cena trágica foi vista pela maioria das pessoas na festa. Logo depois de atirar em Natália, Anderson, que à época era secretário municipal de Esportes de São José do Jacuri, fugiu, sendo preso dois dias depois em Vitória.

Foragido, ele foi exonerado do cargo que ocupava na prefeitura.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade