Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

BH contabiliza 30 mortes em 24h por COVID e tem leve queda nos indicadores

Número médio de transmissão por infectado (fator rt) está atualmente em 0,92, o que significa que 100 pessoas são capazes de contaminar outras 92


16/06/2021 19:15 - atualizado 16/06/2021 20:25

Belo Horizonte avançou na vacinação, com a aplicação de mais de 1 milhão primeiras doses(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Belo Horizonte avançou na vacinação, com a aplicação de mais de 1 milhão primeiras doses (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Belo Horizonte seguiu a tendência de leve queda dos últimos dias nos indicadores de COVID-19. A taxa de ocupação das UTIs caiu de 74,5% para 74,1%, enquanto o percentual de enfermarias ocupadas reduziu de 53,2% para 52,3%. 
 
O número médio de transmissão por infectado (fator rt) está atualmente em 0,92, o que significa que 100 pessoas são capazes de contaminar outras 92. O índice de isolamento social da capital é de 43,2%, com dados de segunda-feira (14/6). 
 
Atual cenário da pandemia em BH(foto: Janey Costa/EM/D.A Press)
Atual cenário da pandemia em BH (foto: Janey Costa/EM/D.A Press)
 
A capital registrou 30 mortes pela doença nas últimas 24 horas, caindo o patamar desde o balanço divulgado nesta terça-feira (15/6), quando foram notificadas 50 vidas perdidas. Foram 224.976 casos confirmados, dos quais 212.401 se recuperaram e 7.088 ainda estão sob acompanhamento. 
 
  
Dos óbitos, 2.955 são homens e 2.532, mulheres. A faixa etária mais atingida pela COVID-19 é a de maiores de 60 anos, com 4.366 mortes desde o início da pandemia. O coronavírus também matou 953 pessoas de 40 a 59 anos e 162 de 20 a 39 anos. 

Foram registradas uma morte de 15 a 19 anos, um de 14 a 10 anos e quatro de 1 a 4 anos. 

Com relação à taxa de UTIs, a ocupação maior é registrada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que tem 79,6% dos 579 leitos de COVID usados por pacientes internados. Na rede suplementar, a porcentagem de ocupação dos 452 leitos é de 67%.
 
 

Diferentemente das UTIs, as enfermarias dos hospitais particulares estão mais cheias, com 56,5% de ocupação dos 770 leitos disponíveis. Nos públicos, 49,8% dos 1.260 foram preenchidos por internados. 
 
 
 

Vacinação 


Belo Horizonte completou nesta quarta-feira 1.000.819 pessoas que receberam a primeira dose da vacina. O número de indivíduos devidamente imunizados com a segunda dose é de 412.889. Foram destinadas 1.691.345 doses à capital mineira. 

Mais de 470 mil pessoas receberam a primeira dose da AstraZeneca, enquanto quase 64 mil tomaram a dose de reforço. O município gradativamente vai equilibrando o percentual de pessoas que tomaram as doses da chinesa CoronaVac: 386.424 receberam a primeira vacina, enquanto 348.912 foram imunizadas com as duas.

Outras 142.726 receberam as doses da Pfizer. Ainda não há previsão para aplicação da dose extra. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade