Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA

Pai é preso acusado de violentar a filha de 10 anos

Menina contou à professora a história dos abusos sexuais praticados por seu pai, em Ipatinga. O Conselho Tutelar e a PM foram acionados e o homem foi preso


26/05/2021 20:01 - atualizado 26/05/2021 20:13

A criança foi levada para o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, onde foi submetida a exames, além de contar sua história à polícia(foto: Divulgação FSFX)
A criança foi levada para o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, onde foi submetida a exames, além de contar sua história à polícia (foto: Divulgação FSFX)
A Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira (26/5), em Ipatinga, um homem de 32 anos, acusado de abusar sexualmente de sua filha, uma criança de 10. O crime foi denunciado pela professora da menina, que ouviu a terrível história contada pela aluna, que estava assustada e depressiva.

Segundo a professora, a menina contou a ela que sofre abusos sexuais há pelo menos dois meses. O pai aproveitava as ocasiões em que estavam somente os dois em casa e praticava os abusos.

Na primeira vez, segundo contou a criança, ele mandou que ela tirasse toda a roupa e começou a tocá-la, fato que a deixou assustada. Sob ameaça, ela se calou.

Em outras vezes em que os abusos ocorreram, o pai mandou sua esposa ir comprar alguma coisa fora, ordenando que levasse o filho menor. Sozinho em casa com a filha, ele praticava a violência.

Ao ouvir a história, a professora denunciou o pai imediatamente ao Conselho Tutelar, que encaminhou a criança ao Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, para que um médico ginecologista a examinasse.

Em seguida, um médico legista foi ao hospital e fez o exame de corpo de delito na criança.

A história contada para a professora foi repetida pela criança a uma policial militar que foi ao hospital enquanto a menina era submetida aos exames.

Enquanto isso, policiais militares abordaram o pai da menina e constataram que ele, além da acusação de abusos contra a filha, tinha uma ficha criminal extensa e já havia sido preso por furto e lesão corporal.

Sobre a acusação de abuso da própria filha, ele se manteve em silêncio. Preso, foi levado à Delegacia de Polícia Civil e responderá inquérito policial.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade