Publicidade

Estado de Minas SEIS DETIDOS

Abordagem policial na Ceasaminas acaba em pancadaria; veja vídeos

Imagens mostram embate entre feirantes e policiais no entreposto de Contagem, na Grande BH; PM foi internado com ferimentos na cabeça


19/05/2021 14:21 - atualizado 19/05/2021 20:01

Segundo a Polícia Militar, confusão generalizada teria começado após uma autuação de trânsito. (foto: Redes sociais)
Segundo a Polícia Militar, confusão generalizada teria começado após uma autuação de trânsito. (foto: Redes sociais)
Uma abordagem policial realizada na Central de Abastecimento de Minas Gerais (CeasaMinas) em Contagem, na Grande BH, terminou em violência generalizada, com seis pessoas presas e um policial militar hospitalizado.



Um vídeo que circula nas redes sociais mostra trechos da confusão. Nas imagens, ao menos quatro policiais militares lutam com uma mulher e dois homens que, segundo o narrador da gravação, são feirantes

A cena começa com um rapaz de camisa vermelha sendo contido por dois agentes. Ele chega a ser derrubado no chão, mas se levanta. Pouco depois, ele parte para cima de outro policial, que trocava agressões com uma mulher. Ela aparece dando socos no abdomen e na genitália do PM. Um jovem de blusa azul também se envolve na briga.

"Desacato"

Em coletiva de imprensa realizada no início desta tarde (19/5), a Polícia Militar argumentou que a pancadaria começou com uma fiscalização de rotina. Segundo a capitã Layla Brunella, um militar teria notado que a condutora de um veículo havia estacionado em local proibido. Ele então pediu que ela se retirasse e solicitou a documentação da motorista, que estaria irregular. 



A mulher teria reagido à abordagem com agressividade. De acordo com a corporação, ela se negou a remover o carro, rasgou os documentos e disparou ofensas de baixo calão contra o policial. Por causa disso, recebeu voz de prisão por desacato.

"A partir daí, ela inicia uma agressão contra o policial, com chutes, com socos, golpeia o militar no abdomen, na parte renal", conta Brunella. 

O homem de camisa vermelha que aparece no vídeo seria marido da suspeita e o de blusa azul, filho. 

"Insuflados por populares, eles também golpeiam o policial, que chegou a desmaiar várias vezes. Mais pessoas se juntam à agressão arremessando frutas, legumes. Até o colete do agente foi arrancado. Foi preciso acionar a guarda civil, os seguranças da Ceasa, o tático móvel e o Grupo Especializado em Radiopatrulhamento (GER) para conter a violência", afirma Layla. 

Conforme a capitã, o PM em questão está internado com ferimentos na cabeça e escoriações por todo o corpo. "Em razão dos desmaios, os médicos orientaram que ele permanecesse em observação hospital para verificar se as agressões deixaram alguma sequela".

A suspeita da agressão, o marido, o filho dela e mais três pessoas foram presas. A PM diz que espera identificar outros suspeitos a partir da análise de imagens do circuito de segurança da CeasaMinas e dos vídeos da confusão que circulam na internet.

O Estado de Minas solicitou posicionamento do entreposto sobre o episódio, mas não obteve retorno até a última atualização desta matéria. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade