Publicidade

Estado de Minas ASSASSINATO

PM prende neto que confessou matar avó a facadas: 'Pediu remédio'

Segundo os militares, jovem confessou o crime; ele disse que ficou nervoso porque a idosa pediu um medicamento


07/05/2021 07:15 - atualizado 07/05/2021 08:51

Idosa foi encontrada morta com uma faca cravada no pescoço. A princípio, cogitou-se a possibilidade de suicídio.(foto: Ryk Neethling/Creative Commons)
Idosa foi encontrada morta com uma faca cravada no pescoço. A princípio, cogitou-se a possibilidade de suicídio. (foto: Ryk Neethling/Creative Commons)
Uma idosa de 75 anos foi morta a facadas na noite dessa quinta-feira (6/4) em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O neto dela, de 22, é o principal suspeito do crime, que ocorreu no Bairro Chácara Contagem.  

De acordo com a Polícia Militar (MMG), o jovem ligou para o pai por volta de 19h dizendo que a avó, Maria da Conceição de Jesus, havia se suicidado. O homem então se dirigiu ao local e encontrou a senhora deitada na cama, com uma faca cravada no pescoço. 

Acionada, a PM interrogou o neto da vítima, que, na percepção dos agentes, esboçava um comportamento frio. O rapaz acabou confessando o assassinato: disse que ficou nervoso com a avó porque ela pediu um remédio. Ele contou ainda que, no momento do homicídio, ouvia vozes, que ordenavam que ele acabasse com a idosa. 

A polícia apurou que o suspeito tem problemas mentais e é usuário de drogas. Além disso, já tem passagem por importunação sexual. Ele foi encaminhado à Delegacia de Plantão de Contagem, na Cidade Industrial. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade