Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Por telefone, Araxá busca 1,2 mil idosos que não tomaram 2ª dose da vacina

Após mais de 28 dias, eles ainda não retornaram para receber a segunda dose da CoronaVac


23/04/2021 16:04 - atualizado 23/04/2021 17:10

A Secretaria de Saúde de Araxá ressalta que o complemento da vacina contra a COVID-19 é importante porque somente após duas semanas da segunda dose ela atinge o máximo da eficácia e protege contra casos mais graves, caso a pessoa seja infectada (foto: Prefeitura de Araxá/Divulgação)
A Secretaria de Saúde de Araxá ressalta que o complemento da vacina contra a COVID-19 é importante porque somente após duas semanas da segunda dose ela atinge o máximo da eficácia e protege contra casos mais graves, caso a pessoa seja infectada (foto: Prefeitura de Araxá/Divulgação)
Secretaria de Saúde de Araxá busca, incialmente por telefone, cerca de 1,2 mil idosos entre 70 a 84 anos que ainda não retornaram para serem contemplados com a segunda dose da CoronaVac.

Além disso, quando não está sendo possível fazer o chamado por telefone, agentes comunitários de saúde do município vêm feitos visitas domiciliares aos faltosos.
 
Na semana passada, a Prefeitura de Araxá divulgou que quase 25% dos idosos nessa faixa etária ainda não haviam retornado para tomar a segunda dose da vacina contra a COVID-19.

Segundo levantamento da Secretaria Municipal de Saúde, 24,29% deles, após receber a primeira dose da Coronavac, de 14 a 28 dias atrás, ainda não retornaram para a aplicação da segunda dose do imunizante.

A secretaria destaca que os araxaenses devem ficar atentos ao prazo de intervalo de aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac e procurar as Unidades de Saúde referência (Unileste, Uninorte e Unioeste) na campanha de imunização contra a COVID-19.

“O complemento é importante porque somente após duas semanas da segunda dose a vacina pode atingir o máximo da eficácia e proteger contra casos mais graves, caso a pessoa seja infectada.

De acordo com o Instituto Butantan, o intervalo entre a primeira e a segunda dose de CoronaVac é de 14 a 28 dias. Quem deixou passar o prazo máximo de 28 dias de intervalo entre as duas doses deve ir ao posto mais próximo para completar o esquema vacinal. Não há necessidade de reiniciar a vacinação ou tomar uma terceira dose, ressaltou a assessoria de imprensa da prefeitura de Araxá.

Já aqueles idosos que receberam a vacina AstraZeneca, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, devem aguardar o intervalo de 90 dias para a segunda aplicação do imunizante.  

Em Araxá, idosos de 85 a 89 anos e profissionais de saúde, sendo cerca de 500 pessoas, foram os dois maiores grupos que receberam a vacina AstraZeneca.

Segundo vacinômetro de Araxá, atualizado pela última vez na terça-feira (20/4), de 27.069 doses que o município recebeu do estado, 19.761 foram aplicadas, sendo que 12.465 pessoas receberam a primeira dose e 7.296, a segunda.

Nesta sexta-feira (23/4), Araxá realizou a aplicação da 2ª dose da vacina em idosos com mais de 69 anos. A vacinação ocorreu em duas filas, uma para o formato drive-thru e outra para pedestres, entre 8h e 16h, na Unileste, Uninorte e Unioeste.

UTI/COVID lotada

Segundo o último boletim epidemiológico da COVID-19 em Araxá, todos os 20 leitos de UTI/COVID da Santa Casa de Misericórdia, único hospital da cidade e de sua microrregião ue atende pacientes com a doença, estão ocupados, com oito pacientes de Araxá, quatro de Santa Juliana, quatro de Ibiá, dois de Perdizes, um de Campos Altos e um de Pedrinópolis.

Já a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria/COVID em Araxá está em 30%, ou seja, dos 26 leitos disponíveis, oito estão ocupados. Entre os pacientes, seis de Araxá, um de Perdizes e um de Ibiá.

Desde o início da pandemia foram contabilizados em Araxá  8.468 casos positivos da doença, sendo que destes 128 pessoas morreram, 7.925 estão recuperados e 415 estão sendo monitorados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade