Publicidade

Estado de Minas ACIDENTE

Avião de médio porte sai da pista no Aeroporto da Pampulha

Acidente com jato ocorreu na tarde desta terça-feira (20/4). Uma pessoa morreu


20/04/2021 14:30 - atualizado 20/04/2021 16:31

(foto: Corpo de Bombeiros/ divulgação)
(foto: Corpo de Bombeiros/ divulgação)
Um acidente com um avião de pequeno porte no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, mobiliza o Corpo de Bombeiros na tarde desta terça-feira (20/04). A princípio, segundo os bombeiros, o trem de pouso da aeronave não abriu.

De acordo com os Bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 14h. A reportagem do Estado de Minas apurou que, pouco antes do acidente, o avião fazia procedimentos de arremetida na pista do Aeroporto da Pampulha – que é quando o piloto suspende o pouso e retoma potência para uma nova decolagem.

Por volta das 16h, os bombeiros confirmaram que uma pessoa morreu vítima do acidente. A reportagem do EM apurou que se trata do piloto da aeronave. Segundo o Corpo de Bombeiros, havia três pessoas no avião. Uma delas sofreu escoriações.

O co-piloto foi retirado em estado grave e foi levado para o Hospital João XXIII pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros. 



Acidente assusta moradores


O acidente assustou moradores da região. "No ano passado teve um outro que caiu. Temos que ficar bastante alerta agora", disse Reginaldo de Souza, de 46 anos, funcionário publico e morador do Bairro São Bernardo.

A aposentada Edna Antônia Coutinho, de 67, também relatou apreensão. "Moro aqui na região a vida toda, mas agora estou com medo desses 'teco-teco' por aqui. Semana retrasada, estávamos em casa e um decolou e, pouco depois, o meu filho avisou: 'desligou o motor". Por sorte ele, ele conseguiu voltar e pousar", afirmou. 

A reportagem do EM apurou que o aeroporto ficou fechado por cerca de 30 minutos. Neste momento, já opera normalmente. 

O modelo do avião


(foto: Corpo de Bombeiros/ divulgação)
(foto: Corpo de Bombeiros/ divulgação)


O avião envolvido no acidente possui matrícula PR-MLA. Trata-se de um modelo 35A, fabricado pela Learjet. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave, que pertence a uma empresa de construção, está regular.

A validade do Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade (CVA) do avião é de 30 de março de 2022.

Como de praxe, uma investigação deve ser aberta pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão ligado à Aeronáutica, para apurar as causas do acidente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade