Publicidade

Estado de Minas POLÍCIA CIVIL

Criminoso ligado a cartéis da Colômbia e máfia na Europa é preso em BH

A polícia diz que ele e um outro preso fazem parte de uma facção paulista. Eles foram detidos em flagrante no Barreiro com mais 5 pessoas e 120 quilos de drogas


26/03/2021 13:05 - atualizado 26/03/2021 14:10

Drogas apreendidas durante o flagrante no Bairro Pongelupe, no Barreiro(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Drogas apreendidas durante o flagrante no Bairro Pongelupe, no Barreiro (foto: Polícia Civil/Divulgação)


A Polícia Civil prendeu sete pessoas ao flagrar a distribuição de uma carga de 120 quilos de maconha no Bairro Pongelupe, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte. Entre os suspeitos, estavam dois homens conhecidos por envolvimento com o tráfico de drogas e associação com uma facção criminosa paulista. Um deles, além disso, tem ligações com cartéis da Colômbia, mafiosos na Europa, e estava foragido havia alguns anos segundo a Polícia Civil. 

A ação foi realizada na noite de quarta-feira (24/3) pela 1ª Delegacia do Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc) e apresentada em entrevista coletiva nesta sexta-feira (26/3). 

De acordo com o subinspetor Gabriel Bacelette, a polícia chegou aos criminosos ao investigar um homem que atuava no tráfico em Belo Horizonte e na Grande BH, e descobriu que havia um traficante acima dele que estava vivendo no interior de Minas. “Partindo desse primeiro investigado, conseguimos por meio de muito empenho, chegar ao ‘patrão’ dele. Estava residindo em Uberlândia e fazia viagens esporádicas aqui para Belo Horizonte para trazer grande quantidade de drogas que ficavam na responsabilidade desse indivíduo que aqui já morava para repassar a traficantes de menores portes”, explicou o delegado. 

Esse homem, que tem 43 anos, já tinha um mandado de prisão pela Justiça Federal, por conta da apreensão de quase 4 toneladas de cocaína que seriam enviadas à Europa pelo porto de Santos (SP), em 2014. Nascido em Ribeirão Preto (SP), era uma das pontes de criminosos com cartéis colombianos e atuava junto a grupos europeus para comprar drogas. Ele estava em BH para fiscalizar a entrega da maconha. 

O outro homem preso - o primeiro investigado -  tem 49 anos e é considerado uma liderança do grupo em Belo Horizonte, aliciando traficantes para a distribuição das drogas. Segundo a Polícia Civil, ele abastecia a Pedreira Prado Lopes com drogas, principalmente crack e cocaína. Os investigadores apuraram que a droga vinha de São Paulo para Belo Horizonte para fins de revenda em bocas de fumo. 

Os dois, segundo a polícia, viviam em residências de alto padrão. 

Após o flagrante no Bairro Pongelupe, os suspeitos foram autuados e encaminhado a unidades prisionais da capital. Duas mulheres estavam entre eles. Além das drogas, foram apreendidos balanças de precisão, veículos, drogas e armas. Os outros cinco presos têm idades entre 20 e 30 anos. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade