Publicidade

Estado de Minas AUDIÊNCIA PÚBLICA

''Vou tirar Casa Branca do Rodoanel'', afirma prefeito de Brumadinho

Avimar de Melo participou da quarta audiência pública do Rodoanel Metropolitano, com foco no traçado da Alça Sul, realizada nesta quinta (11/3)


11/03/2021 18:45 - atualizado 11/03/2021 19:15

O projeto tem como objetivo principal desafogar o trânsito de BH e da RMBH fazendo com o que o Rodoanel passe a receber, principalmente, os trajetos de longa distância(foto: Redes Sociais/Reprodução)
O projeto tem como objetivo principal desafogar o trânsito de BH e da RMBH fazendo com o que o Rodoanel passe a receber, principalmente, os trajetos de longa distância (foto: Redes Sociais/Reprodução)
A quarta audiência pública do projeto de Parceria Público Privada (PPP) do Rodoanel Metropolitano de Belo Horizonte, com foco no traçado da Alça Sul, foi realizada nesta quinta-feira (11/03), em Brumadinho, na Região Metropolitana da capital. O prefeito da cidade, Avimar de Melo (PV), esteve presente e reclamou dos empecilhos colocados no projeto por outras autoridades.

“O Rodoanel está passando por dentro de Casa Branca. Tem alternativa? Eu acho que tem. Eu tenho duas e vou tirar Casa Branca do Rodoanel, porque ele passa no centro de Casa Branca. Nós não podemos deixar de forma alguma isso acontecer. Não podemos admitir”, afirmou.
 
O prefeito justificou que solicitou mudanças no projeto apenas para casos que necessitam de atenção.

“Se cada um quiser fazer uma consideração, esse Anel vai demorar 15 anos pra sair. A gente consegue fazer algo que vai agradar todo mundo. A gente está desagradando Brumadinho um pouquinho, tudo bem. Tem que passar batido. Vai desagradar outro ali, tem que passar batido. Criticar é a coisa mais fácil”, complementa o prefeito.

Na audiência, o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, disse que o projeto do Rodoanel tem de ser encarado por todos.

“Gostem ou não, é o que eu falo por mim. Se vocês não se encantam por esse tema, porque ele é não importante, porque ele toca a ética e o coração de cada um de vocês, que todos se encantem pelo menos, porque senão o projeto não vai sair. Sonho que não se sonha junto não é realizado”, disse.
 

Entenda


O projeto tem como objetivo principal desafogar o trânsito de BH e da RMBH fazendo com o que o Rodoanel passe a receber, principalmente, os trajetos de longa distância. O fluxo será facilitado e, além disso, espera-se a circulação diária de 32 mil veículos. O custo total é de R$ 4,5 bilhões, sendo que R$ 3,5 bi serão pelo acordo com a Vale.
 
Dois túneis estão previstos na Alça Sul do Rodoanel, sendo que em cada sentido da via terá uma galeria.
 
O início das obras deve acontecer em 2023, sendo que as primeiras alças (Sudoeste, Oeste e Norte) do projeto serão entregues daqui a cinco anos. 
 
*Estagiário sob supervisão  da editora-assistente Vera Schmitz


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade