Publicidade

Estado de Minas CÁRCERE PRIVADO

Amor bandido: polícia liberta amante de namorada do tráfico em Betim

Depois de responder a denúncia anônima de homens armados no Sítio Poções, em Betim, policiais entraram em combate contra carcereiro e libertaram refém


07/03/2021 08:04 - atualizado 08/03/2021 07:43

Pistola 9 milímetros encontrada com o suspeito morto. Carregador de munições expandido(foto: PMMG)
Pistola 9 milímetros encontrada com o suspeito morto. Carregador de munições expandido (foto: PMMG)


A aventura amorosa de um traficante quase terminou em tragédia, não fosse pela ação da Polícia Militar de Minas Gerais. O homem era mantido em cárcere privado por rivalidades profissionais e por manter relações com a namorada de um dos mais poderosos traficantes do Bairro Poções, em Betim, na Grande BH. Ele acabou sendo libertado depois de ação da PM que acabou com a morte de um suspeito.

Na noite deste sábado (06/03), por volta de 20h, o 33º Batalhão da Polícia Militar (BPM) recebeu denúncias de que um grupo de homens se encontrava armado no Bairro Sítio Poções, próximo à represa de várzea das Flores. Quando uma viatura se aproximou, três suspeitos fugiram atirando de dentro de um veículo Palio Weekend.

Com apoio aéreo da unidade Pégasus, os militares perseguiram os suspeitos pelas vias rurais da região e eles acabaram por abandonar o veículo e fugir pelas matas do reservatório.

Enquanto isso, na propriedade denunciada, os policiais do 33º BPM iniciaram rastreamentos para identificar possíveis crimes e foram recebidos a disparos de um integrante do grupo acuado na propriedade.

Região do Sítio Poções em Betim, na Grande BH, onde o amante foi mantido em cárcere privado(foto: Reprodução)
Região do Sítio Poções em Betim, na Grande BH, onde o amante foi mantido em cárcere privado (foto: Reprodução)
Os policiais revidaram fogo e atingiram o suspeito, um jovem adulto de identidade e idade não informada, que morreu ferido. Segundo a PM ele portava uma pistola de calibre 9 milímetros com carregador expandido para portar mais munições.

O motivo da resistência do suspeito só foi descoberto depois, quando os policiais encontraram outro adulto preso, em cárcere privado, dentro de um quarto que era protegido pelo homem morto.

De acordo com levantamentos iniciais dos policiais, todos eram envolvidos com o tráfico de entorpecentes da região, mas o prisioneiro em questão tinha ainda um envolvimento amoroso com a namorada de um dos mais importantes traficantes da região.

"Esse homem que era mantido em cárcere teria ido ao Bairro São Salvador para resolver pendências sobre carregamentos de drogas, quando foi reconhecido pelos rivais por ter envolvimento com a namorada de dos traficantes. Apanhou e estava com os suspeitos, rodand a tarde e noite inteira, até que a PM, para sua sorte, o libertou", afirma o aspirante a oficial José Anísio lopes, do 33º BPM.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade