Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Ocupação de leitos de UTI chega a 96% em Pouso Alegre

Dos 32 leitos destinados ao tratamento do novo coronavírus, apenas um está disponível no município. Ocupação de leitos clínicos está em 83%. 


02/03/2021 19:11 - atualizado 02/03/2021 20:16

Hospital das Clínicas de Pouso Alegre é referência no tratamento da COVID-19(foto: Terra do Mandu )
Hospital das Clínicas de Pouso Alegre é referência no tratamento da COVID-19 (foto: Terra do Mandu )
A taxa de ocupação de UTI's destinadas a pacientes com COVID-19 em Pouso Alegre, no Sul de Minas, chegou a 96%. Dos 32 leitos disponibilizadas para o tratamento da doença, apenas um está sem paciente internado. Já a ocupação de leitos clínicos está em 83%.

 

A prefeitura afirma que a falta de profissionais qualificados impede a criação de novos leitos para o tratamento do novo coronavírus. "Para abrir um leito de UTI não basta ter uma cama, ter respiradores, como ter outros equipamentos. O que falta pra nós, em Pouso Alegre, e para todas as cidades do Brasil, chama-se profissional qualificado para trabalhar nas UTIs", afirma o prefeito Rafael Simões.  

 

O boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura nesta terça-feira (02) confirmou mais duas mortes por COVID-19, totalizando 102 vítimas da doença. Já são 7.156 casos confirmados do novo coronavírus no município desde o início da pandemia. 

 

"Eu quero pedir à população, o momento é de conscientização. É de que todos estejam conscientes de se cuidar e cuidar do seu próximo. Não podemos mais continuar da forma que está", afirma o prefeito de Pouso Alegre.  

COVID-19 na Regional de Saúde 

A Regional de Saúde de Pouso Alegre, que abrange 53 municípios, possui 39.921 casos confirmados do novo coronavírus, com 848 mortes. Os dados são Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). 

 

Poços de Caldas é a cidade com maior número de óbitos, 136 de acordo com dados da SES-MG, enquanto a prefeitura contabiliza 134 vítimas. Em seguida vem Itajubá (123) e Pouso Alegre (102) - de acordo com os boletins municipais. 

 

Em Itajubá, a prefeitura inclusive determinou toque de recolher das 20h às 5h, no intuito de frear a disseminação da COVID-19 na cidade. O sistema de saúde público está colapsado, com a ocupação de UTI's em 100%. 

 

(Gabriella Starneck/Especial para o EM) 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade