Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: Morre Zé Kodak, o General da Banda Daki de Juiz de Fora

Empresário e carnavalesco estava internado na Santa Casa de Misericórdia


27/02/2021 11:06 - atualizado 27/02/2021 12:23

Zé Kodak em 2019, antes da saída da Banda Daki no sábado de Carnaval(foto: Marcos Alfredo)
Zé Kodak em 2019, antes da saída da Banda Daki no sábado de Carnaval (foto: Marcos Alfredo)
José Carlos Passos, mais conhecido como Zé Kodak, morreu na madrugada deste sábado (27), em Juiz de Fora, na Zona da Mata. O empresário e carnavalesco de 74 anos estava internado com COVID-19 e morreu em decorrência de complicações da doença. Nos últimos 40 anos, Zé Kodak era responsável pela Banda Daki - tradicional bloco que levava milhares de pessoas às ruas no sábado de carnaval.
 
Zé Kodak estava internado na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora desde o dia 13 de fevereiro, quando foi diagnosticado com COVID-19. 

Pela internet, a prefeita Margarida Salomão (PT) lamentou a perda de um dos ícones da cidade e salientou que é preciso manter os cuidados frente à pandemia do novo coronavírus. A Prefeitura de Juiz de Fora divulgou nota de pesar lamentando a morte do carnavalesco. “A cidade perde um dos seus mais apaixonados filhos. Um sinônimo de alegria. O General da Banda deixa uma saudade enorme, do tamanho da sua história”.

A Associac%u0327a%u0303o das Entidades Carnavalescas de Juiz de Fora e Regia%u0303o (AESBLOC) divulgou nota ressaltando a importância do carnavalesco e empresário para a cidade. “Figura de grande destaque em Juiz de Fora, Ze%u0301 Kodak foi grande incentivador do carnaval dos Blocos no Calc%u0327ada%u0303o da Rua Halfeld.  Criou, patrocinou e apoiou diversos deles”. 

Natural de Bicas (MG), Zé Kodak mudou-se para Juiz de Fora nos anos 60, quando montou uma loja de revelação de fotos. Em 2022, a Banda Daki vai completar 50 anos de folia. Em 2004, o bloco passou a fazer parte do calendário oficial ao ser tombado como Patrimônio Cultural de Juiz de Fora.

Devido à pandemia, o sepultamento será às 14h, no Parque da Saudade, sem velório.
 
Jiuz de Fora acumula 816 mortes por COVID-19 e soma 19.965 casos confirmados. 

Zé Kodak, com a Banda Daki, levava milhares de pessoas às ruas nos sábados de Carnaval(foto: Marcos Alfredo)
Zé Kodak, com a Banda Daki, levava milhares de pessoas às ruas nos sábados de Carnaval (foto: Marcos Alfredo)
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade